Você Deveria ter Sexo Antes do Matrimônio?

Dissemos que liderança envolve tomar boas decisões. Uma das mais importantes decisões que muitos jovens enfrentam atualmente é se esperam até o matrimônio para se envolverem em sexo, ou seguem em frente antes do matrimônio. Esta é a maior decisão sobre como uma pessoa irá conduzir sua vida e deveria ser considerada muito cuidadosamente.

large  Muitas mensagens da mídia parecem nos dizer que não há nada incomum ou errado em ter sexo sem matrimônio. As pessoas nos filmes e na TV fazem isso o tempo todo. Entretanto, raramente há quaisquer conseqüências mostradas na tela – como doenças e gravidez indesejada. A realidade da vida das pessoas que estão tendo sexo sem matrimônio é uma história muito diferente.

Felicity e Jim – Amor e Doença

Felicity, uma atraente loira em seus vinte anos, foi ao seu médico com uma questão. Era sobre sua vida amorosa.

“Doutor, eu recentemente conheci um grande cara chamado Jim. O único problema é que Jim tem herpes (uma doença sexualmente transmissível) de um relacionamento sexual anterior. Ele disse que não tem qualquer sintoma, mas ele diz que está ‘vertendo’. O que isso significa?”

O médico disse a ela que seu novo parceiro estava “vertendo” o vírus – significando que são germes que estão escamando dele freqüentemente, se ele não estivesse tomando remédio – e os germes poderia ficar nela, se ela fizesse sexo com ele.

O médico de Felicity disse firmemente a ela para não ter sexo com ninguém até que estivessem casados. Se ela estivesse profundamente apaixonada por Jim e ele por ela, eles poderiam utilizar certas práticas para protegê-la de pegar a doença, uma vez que estivessem casados. O médico recomendou que o homem utilizasse camisinha durante o sexo com uma pomada que destrói vírus. Eles não deveriam ter sexo toda vez que estivesse com sintomas da doença. Além disso, um bebê nascido deles poderia possivelmente ser afetado.

Felicity deixou o consultório do médico em lágrimas. Ela estava apaixonada. Mas ela não podia imaginar se casando com alguém com quem ela teria que evitar o sexo às vezes, porque ele estava “vertendo” germes de uma doença que ele tinha obtido de outra mulher. A idéia de utilizar remédios, pomadas e camisinha sempre que ela fizesse amor com ele a transtornava. Ela ficou horrorizada de que a doença dele poderia afetar um bebê nascido deles.

Felicity decidiu romper com Jim e procurar por um homem que tivesse permanecido sexualmente puro – como ela – poupando o sexo para o matrimônio.

Este não é um caso incomum. Em alguns países, mais de 20 por cento das pessoas acima da idade de 12 anos têm herpes. Isso é uma pessoa em cada grupo de cinco. Às vezes os anúncios pessoais nos jornais descrevem o tipo de doenças que a pessoa tem para que somente pessoas com a mesma doença, ou pessoas que pensam não estar infectadas com a doença, poderão manter em contato com a pessoa por um período.

Isto não é romântico?

Pense sobre como seus planos para seu futuro poderiam ser destruídos se, como resultado de um único encontro sexual, você ficou ou fez alguém ficar grávida, ou pegou uma doença sexual. De repente sua vida fica muito complicada e estaria seguindo de uma forma destrutiva. Adolescentes freqüentemente pensam que tais coisas nunca aconteceriam com eles, contudo as estatísticas demonstram que isto tem acontecido muito.

JUSTIFICAR O SEXO ANTES DO MATRIMÔNIO

Algumas pessoas pensam que relações sexuais antes do matrimônio não são prejudiciais e que até mesmo são benéficas. Examinaremos algumas destas idéias e veremos quão “benéficas” são realmente as relações sexuais antes do matrimônio:

  • Algumas pessoas dizem que antes de se casar, os casais precisam ter certeza que são compatíveis. Eles devem ter uma “tentativa de matrimônio” para ver se funcionará. Sendo que o sexo é uma parte importante do matrimônio, eles dizem que é importante conhecer um ao outro desta forma antes do matrimônio.    

Pesquisas demonstram que casais que vivem juntos antes do matrimônio estão muito mais propensos ao divórcio do que aqueles que não fizeram isso. Estas “tentativas” de matrimônios ou períodos para testar não funcionam da forma como as pessoas pensam que funcionarão.

De fato, sexo pré-marital não ajuda uma pessoa a descobrir se o parceiro possui verdadeiramente as importantes qualidades ou virtudes necessárias para um matrimônio de sucesso, tais como confiança, honestidade, ou bondade. Ao contrário, isto pode prejudicar o julgamento e levar ao casamento com a pessoa errada. Sexo cria fortes laços emocionais e pode criar uma crença de que um relacionamento é mais profundo do que ele realmente é. Este laço emocional pode conduzir uma pessoa a prolongar um relacionamento que é baseado principalmente na atração sexual – sentimentos muito poderosos que acabam também. Como resultado, uma pessoa certamente sente que saiu de um relacionamento que ele ou ela já superou.

  • Outro argumento a favor do sexo antes do matrimônio é que a experiência sexual obtida auxiliará a pessoa a ter melhor sexo em seus eventuais matrimônios.    

Entretanto, sexo é um mistério que é muito excitante para um casal no matrimônio explorar, aprender e compartilhar juntos. Por outro lado, se um dos parceiros é “experiente”, ele ou ela freqüentemente irá comparar seu cônjuge com as pessoas anteriores com as quais ele ou ela teve sexo. Desta maneira, parceiros anteriores voltarão a assombrar a cama do matrimônio e criar insatisfação. Um estudo científico de pessoas que eram virgens quando se casaram, descobriu que elas desfrutavam suas vidas sexuais com seus cônjuges mais do que pessoas que não eram virgens quando se casaram.

  • Algumas pessoas dizem que sexo é simplesmente uma necessidade física, como comer ou dormir, e que não há nada errado em satisfazer esta necessidade.    

Sexo não é uma necessidade; ele é um impulso. Se você não comer, morrerá. Se você não dormir, perderá suas habilidades motoras e mentais, tendo acidentes, e sendo incapaz de trabalhar. Se você não tiver sexo, você morrerá? Você perderá as habilidades motoras e mentais? De fato, aqueles que vivem vidas de celibato, tais como monges e freiras, são renomados por suas vidas longas, boa saúde, e sabedoria espiritual!

Às vezes as pessoas comparam a sexualidade humana com a sexualidade animal. Entretanto, há uma vasta diferença. Animais não podem controlar seu impulso sexual e não tenha escolha, a não ser acasalar quando estão no cio. Para eles, sexo não está relacionado ao amor. Os seres humanos têm a capacidade de controlar seu comportamento com suas mentes. Podemos pensar e avaliar uma situação antes de agirmos. Não temos que seguir todo desejo ou impulso que sentimos. Este é o motivo pelo qual o sexo humano não é apenas um ato físico. Ele está destinado a ser uma expressão de amor entre duas pessoas que estão comprometidas uma com a outra pela vida. Nossa humanidade é degradada ao separar sexo do amor.

  • Alguns dizem que matrimônio é antiquado. Porque as pessoas não podem ter um relacionamento sem se casar?   

Uma cerimônia de matrimônio representa um compromisso público entre um homem e uma mulher. Toda cultura conhecida pelos cientistas possui o matrimônio. Este é apenas um costume antigo – ou é algo que as pessoas em todo lugar, em todas as eras, sempre desejaram? Aqueles que não estão preparados para fazer um compromisso público com outra pessoa, como no matrimônio, ainda não estão prontos para o relacionamento íntimo de sexo.

Quando duas pessoas simplesmente vivem juntas, os parceiros – às vezes inconscientemente – preservam a idéia de ir embora quando as coisas ficam difíceis. Isto influencia a atmosfera na família, se há filhos. Mesmo quando o relacionamento parece harmonioso, os parceiros podem nunca estarem completamente seguros com a outra pessoa. Sempre haverá um sentimento de insegurança sobre seu relacionamento.

  • Um argumento comum nos dias de hoje é: ”Se eu amo alguém, é natural expressar esse amor sexualmente, mesmo se eu sei que este não será um relacionamento permanente.”

Uma maneira de nos comunicarmos com outra pessoa é através da linguagem. Nossas palavras enviam informações e significados. Se utilizamos errado nossas palavras, nossa capacidade de comunicação será desvalorizada.

O mesmo se aplica ao amor, o qual é freqüentemente descrito como uma linguagem. Se dizemos facilmente: “Eu amo você.” para muitas pessoas, então se torna difícil encontrar palavras para expressar amor para a pessoa que realmente é especial. Se temos sexo facilmente com as pessoas, mesmo se pensamos que estamos expressando amor, não teremos mais nenhuma maneira única e exclusiva de expressar amor para a pessoa que é mais especial para nós. Tal como as palavras são desvalorizadas pelo uso errado e o abuso, assim também é o amor sexual.

Esse é o motivo pelo qual o relacionamento conjugal tem sido tradicionalmente o local reservado para o amor sexual. O amor sexual se torna o selo sobre este relacionamento único e exclusivo, e se coloca a parte de todos os outros.

ALGUNS BENEFÍCIOS DA ABSTINÊNCIA ATÉ O MATRIMÔNIO

Abstinência nos poupa de sentimentos indesejados de culpa, arrependimento, mágoa e traição, que provêm de relacionamentos sexuais sem compromisso. Pesquisas demonstram que há uma grande diferença na psicologia das pessoas que se envolveram em sexo antes do matrimônio e das pessoas que não fizeram. Adolescentes que escolhem abstinência tendem a ser mais capazes de pensar sobre seu futuro e planejar adiante. Aqueles que são sexualmente ativos, por outro lado, freqüentemente não pensam sobre o futuro. Eles tendem a viver somente este momento. Não imaginam que eles poderão estar em problemas!

Abstinência sexual significa não apenas não se envolver em sexo, mas também manter nossos pensamentos e palavras limpos e puros. Neste sentido mais amplo, significa poupar nosso coração e alma para aquela expressão especial de amor destinada para o matrimônio. Além disso, para evitar as conseqüências negativas das relações sexuais prematuras, tais como gravidez indesejada e doenças, podemos relacionar entre os benefícios da abstinência, os seguintes:

  • Você está livre para desenvolver seu caráter.

Jovens passam muito tempo fazendo de si mesmos sexualmente atraentes. Ao decidir esperar até o matrimônio, você pode devotar sua atenção em desenvolver suas virtudes, as quais permitirão um matrimônio mais romântico mais tarde. Ao reservar o sexo para o matrimônio, você pode concentrar em preparar sua carreira e seu futuro em geral.

  • Você pode desenvolver genuínas amizades com uma variedade ampla de pessoas.

Você pode ser livre para ter muitos amigos, e aprender o valor da amizade sem pressão sexual. Muitas vezes os adolescentes têm medo de simplesmente fazer amizade com alguém, porque um parceiro pode se tornar ciumento. Freqüentemente, muitas boas amizades são arruinadas quando os amigos se tornam sexualmente envolvidos. Ao decidir esperar até o matrimônio, todas as suas amizades podem permanecer, porque você traçou uma linha clara entre seus amigos e seu futuro cônjuge.

  • Você pode confiar em si mesmo e em seu futuro cônjuge.

Ao desenvolver autocontrole antes que esteja casado, você pode confiar em si mesmo para ser fiel após o matrimônio. Se você não pode controlar sua sexualidade até estar casado, o padrão que você estabeleceu pode facilmente destruir seu matrimônio. Se você e nem seu cônjuge podem controlar seu comportamento sexual antes do matrimônio, como você pode confiar que poderá fazer isso depois do matrimônio?

  • Você não será comparado com amantes do passado.

Não é fácil esquecer as experiências de assuntos de amor anteriores, mesmo se você está casado. Se tanto você como seu cônjuge vêm puros para o matrimônio, você nunca sofrerá a experiência de comparar seu cônjuge ou ser comparado com alguém. Parceiros deveriam ser capazes de amar e aceitar um ao outro de uma maneira inocente e descobridora.

  • Você será capaz de amar seu cônjuge verdadeiramente.

Amor verdadeiro significa que vivemos para o bem-estar do outro. No matrimônio o esposo pensa sobre o que é melhor para sua esposa, e a esposa pensa sobre o que é melhor para seu esposo. Eles vivem para trazer alegria um ao outro. Sua capacidade de controlar sua sexualidade para o benefício de seu cônjuge edifica respeito e amor agora, tal como colocar dinheiro no banco. Ao ser verdadeiro para essa pessoa antes do matrimônio, você está demonstrando que estima essa pessoa acima de qualquer coisa. Ele ou ela ficará muito grato pelo presente de pureza que você traz para o matrimônio.

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s