O Verdadeiro Significado do Natal

Feliz Natal! Em mais alguns dias o ano de 2017* terá acabado. Quando outro ano se passa, isto denota que estamos nos tornando um ano mais velhos, e também que estamos muito mais perto do mundo espiritual. Essa poderia ser uma afirmação pessimista, mas de fato o mundo espiritual é nosso destino definitivo, e ele não é um mundo ruim ao se olhar em frente.

Qual é o verdadeiro significado do Natal e porque o celebramos? Isto não é feito para o benefício da América ou para o benefício do mundo. Celebramos o nascimento de Jesus Cristo. A questão central deste dia é que tipo de Natal Jesus teria desejado.

Quem enviou Jesus? Deus o enviou, e Deus tinha uma determinada vontade ao enviar Seu filho. Considerando a situação política naquela parte do mundo naquele tempo, que tipo de Natal Deus teria desejado que as pessoas celebrassem? Quem deveria ter sido a primeira pessoa ou povo a celebrar o nascimento de Jesus? Não o próprio Jesus, certamente, porque ele tinha acabado de nascer. A primeira pessoa a verdadeiramente celebrar deveria ter sido o próprio Deus, que ocasionou o nascimento de Seu filho. Além disso, os anjos e todo o mundo espiritual se juntariam, glorificando e louvando esse grande dia. Entretanto, aqui na terra o nascimento de Jesus foi recebido em silêncio porque apenas algumas pessoas sabiam de sua vinda. Podemos ver que o nascimento de Jesus foi verdadeiramente celebrado no céu, centrando em Deus, mas na terra dificilmente alguma celebração ocorreu.

O mundo cristão honra o Natal através da criação de cenas da natividade de Jesus em uma manjedoura. De fato, uma  manjedoura é um lugar muito humilde. Eles ficam orgulhosos de Jesus ser colocado em uma manjedoura, mas é neste tipo de lugar que o filho de Deus, o Rei dos Reis, deveria nascer? Vocês acham que Deus verdadeiramente desejava que Seu filho nascesse em um estábulo?

E sobre a mãe de Jesus, que sabia através da revelação que tipo de filho ela estava carregando? Vocês acham que ela ficou feliz que seu filho, o Messias, nasceu em um estábulo? Tenho certeza que Maria pensava que o filho de Deus merecia mais do que o palácio mais elegante. A forma adequada para o filho de Deus chegar seria com anúncios de boletins de hora em hora e uma proclamação por toda a terra quando ele chegasse.

Se os sacerdotes, os escribas e os regentes de Israel tivessem conhecido sobre a vinda de Jesus, tenho certeza que durante os dez meses antes de seu nascimento, todos teriam esperado ansiosamente sua chegada, e teriam vindo adorá-lo mesmo antes de seu nascimento. Maria teria sido tratada como uma rainha onde quer que ela fosse. Um registro teria sido mantido de tudo
que ela fizesse – se ela comeu um lanche, quantas vezes ela foi ao banheiro, quanto tempo ela dormia. Se as pessoas tivessem verdadeiramente conhecido que o filho de Deus estava no ventre de Maria, as doze tribos de Israel teriam competido tentando servi-lo antes de seu nascimento.

Se esse tivesse sido o caso, vocês acham que as pessoas ao menos teriam permitido que ele nascesse em um estábulo? Uma grande fanfarra teria sido preparada, grandes sinos para tocar e bandas para cantar. O nascimento do filho de Deus deveria ser um evento maior do que o dia da independência da América? A América preserva seu Sino da Liberdade rachado, mas um
pequeno sino que soou para anunciar o dia do nascimento de Jesus seria preservado em um santuário como um item de valor inestimável. Se houvesse um registro dos Judeus brigando uns com os outros para serem o primeiro a oferecer algum  presente ao novo bebê em seu nascimento, isso faria Jesus infeliz?

Jesus veio depois que Deus tinha trabalhado por 4.000 anos em preparação. Após toda essa preparação, o maior evento foi a vinda do filho de Deus a esta terra. Então, o fato que ele veio dessa forma humilde em um lugar humilde é para o orgulho ou a vergonha da história? Por fim, Jesus foi crucificado, mas se Jesus tivesse iniciado sua vida com o reconhecimento que ele era o filho de Deus, a história de sua vida teria sido diferente? Verdadeiramente ele teria sido tratado como o rei de Israel. Além disso, se ele tivesse sido abraçado pelo povo escolhido, então ele teria recebido mais glória como o representante de Deus do que o Imperador de Roma.

Deus queria ver todos os grandes sacerdotes reunidos para exaltar o filho sagrado. Se Jesus tivesse sido reconhecido desde o momento de seu nascimento como o filho de Deus e o Messias longamente esperado, então todos os chefes das doze tribos teriam competido para servi-lo enquanto ele estava crescendo. Então quando ele estivesse com 21 anos, ele poderia ter exercido a autoridade do Messias, e porque o povo teria estado tão ocupado servindo-o, ele nunca teria um momento de descanso.


Que tipo de educação Jesus teria recebido? De fato ele teria aprendido sobre a importância da missão e responsabilidade que ele tinha. Desde os primeiros dias, Jesus saberia que ele nasceu como o filho de Deus e que sua missão era ser o Rei dos reis, que iniciaria o reino de Deus aqui na terra. Então a história teria sido diferente? Então o mundo inteiro não celebraria o nascimento de Jesus, geração após geração? Se os judeus proclamassem diretamente que Jesus não somente veio como rei de Israel, mas como rei dos reis, incluindo o Império Romano, Roma teria dado as boas vindas para ele? De jeito nenhum. Quando Israel se preparasse para celebrar o Natal, os romanos estariam em polvorosa, pois de acordo com a profecia judaica, até mesmo o Imperador Romano deveria se curvar e oferecer um presente. Vocês não acham que os romanos enviariam suas legiões para esmagar Israel nesse caso? Se as legiões romanas cercassem a área onde a celebração estava sendo realizada, os Israelitas não teriam se reunido ao redor de Jesus para protegê-lo?

Vocês têm visto os noticiários sobre as manifestações dos militantes iranianos contra o presidente americano Carter. Os  árabes são parentes dos israelitas, assim, se os romanos se manifestassem contra Jesus como os iranianos são contra os americanos, os árabes não estariam em uma posição de apoio aos judeus na resistência aos romanos? A confrontação política entre Israel e Roma cresceria em um confronto em escala global, com os árabes na retaguarda de Israel. Isso afetaria outros países asiáticos religiosos, como a Índia e a China, que também apoiariam Israel. Quanto maior a opressão dos romanos, maior seria a unidade para resistir aos romanos, e verdadeiramente celebrar o Natal.

Ao invés de Jesus alcançar a idade de trinta anos sem ser notado, haveria essa aclamação e atenção desde o tempo de seu nascimento, que na época que ele estivesse com trinta anos, o mundo inteiro já teria se unido com ele contra o Império Romano. Eles não o teriam apoiado cegamente, mas teriam investigado porque ele devia ser o Rei dos reis e porque um Messias era necessário. Todos os grandes pensadores do mundo teriam estado preocupados sobre isto, sabendo quem Jesus realmente era, teriam claramente apoiado ele. Então o mundo teria sido dividido em dois campos – o Império Romano, e as nações que apoiariam Jesus e Israel. Então quando o Império Romano mobilizasse seu exército para acabar com a oposição, o mundo permaneceria em silêncio e com medo? Nenhum ministro, com exceção do Reverendo Moon, jamais considerou uma hipótese como esta.

O Natal é verdadeiramente a celebração do nascimento do filho de Deus, mas sem saber o propósito de Deus para enviá-lo, não pode haver verdadeiramente uma celebração do Natal. Eu descrevi o que poderia ter acontecido externamente, mas pensem sobre o próprio Jesus. Será que ele teria pensado que não precisava de ninguém mais para auxiliá-lo a reger o mundo como Messias? Ou ele teria pensado que precisaria de uma esposa, sogros, filhos e netos para que sua tradição pudesse ser transmitida? Vocês não acham que Jesus sentia que precisava ser exemplar em todas as relações humanas na terra, e devia ocupar toda posição que um ser humano pode ter – pais, avôs, sogros, para que ele pudesse estabelecer a tradição celeste?

Muitos cristãos pensam que Jesus era o próprio Deus, por isso, ele não precisava de mais ninguém e somente trabalhava como uma máquina. Vocês são chamados de Moonies, a quem as pessoas dizem que não são verdadeiros cristãos, por isso vocês dizem que isto não é verdade. Nós Moonies estamos apoiando um conceito revolucionário; modernos líderes cristãos ficariam chocados pelo que estou dizendo esta manhã. Existem duas grandes escolas de pensamento – a escola convencional de pensamento e o pensamento dos Moonies. Qual pensamento Jesus apoiaria? Depois de orar muitas horas para descobrir a verdade sobre isto, eu penso que Jesus gostaria do meu pensamento.

Vocês são cidadãos comuns dos EUA, contudo, vocês querem se tornar o Presidente para que possam trazer esta nação para o lado da justiça. Jesus, como o Messias, estaria pensando sobre o reino mundial que ele governaria, como um pai e avô? Uma área religiosa ensina que Jesus veio para morrer, mas a outra ensina que Jesus foi enviado como Messias para trazer salvação sendo o pai da humanidade e trazendo o Reino do Céu na terra. Em qual celebração de Natal Deus e Jesus iriam querer participar? Se algo é lógico, então deve ser consistente do início até o fim. O cristianismo de hoje é uma religião em âmbito mundial que prosperou por 2.000 anos, mas ainda hoje está presa em confusão e caos. Porque? Porque o início e o fim do pensamento cristão de hoje não são consistentes. Olhem para as contradições no pensamento cristão e na prática cristã: Jesus veio para edificar um único mundo, mas ao contrário da vontade de Jesus, existem agora várias centenas de denominações dividindo o cristianismo. Maior divisão ainda continua acontecendo. Não importa quanto as pessoas tentem, elas não podem justificar isto.

Mas o que eu digo sobre o propósito de Jesus é porque as pessoas não aceitaram Jesus, e a crucificação, que era contrária à vontade de Deus, aconteceu. Qual é a diferença entre um súdito leal e um traidor? Ambos dizem que estão servindo seu país,
mas o súdito leal é aquele que segue a vontade do rei sem compromisso. O traidor é aquele que sempre pensa que sua maneira está certa e quer que o rei o siga. O desejo de Deus é ter um único mundo, e por isso, Jesus veio para trazer unidade. Mas alguns cristãos ignoram isto porque estão mais preocupados em manter o poder de suas próprias denominações. Quando eles desconsideram o ideal de Deus e promovem o seu próprio, eles estão agindo como traidores.

O que a Igreja de Unificação pensa? A fim de cumprir a vontade de Deus, podemos esquecer a denominação e ignorar até mesmo as barreiras raciais e nacionais. Estamos seguindo o caminho de súditos leais, mas muitas pessoas estão relutantes em desistir das velhas maneiras. Elas poderiam se importar menos com isso se a vontade de Deus fosse feita aqui na terra.
Hoje os seguidores do Reverendo Moon estão sendo acusados e perseguidos pelo mundo, mas aos olhos de Deus e de Jesus, somos a verdadeira religião central, os ortodoxos dos ortodoxos.

Portanto, eu proclamo hoje que o cristianismo precisa aprender uma direção e uma nova forma de vida. Minha direção está agora sendo apoiada pelo mundo espiritual, por Jesus Cristo e o próprio Deus. Como vocês sabem que eu não sou o maior charlatão do mundo? Se utilizarem sua própria mente lógica, vocês podem deduzir se o que estou dizendo é verdade ou não.
Se Jesus tivesse sido reconhecido como o Messias por seus contemporâneos, mesmo se ele tivesse sido tão tímido para aceitar esse reconhecimento, vocês não acham que eles teriam procurado em todo lugar para encontrá-lo e colocá-lo em um trono? Olhando para esta cena, Deus chutaria Jesus do trono, ou Ele sorriria e diria para Jesus que ele estava exatamente no
lugar onde deveria estar?

Quando pensamos sobre o verdadeiro significado da vinda de Jesus, então o cristianismo de hoje é como uma casca vazia, ausente de conteúdo verdadeiro. Se os cristãos fossem verdadeiros cristãos, como eles poderiam se sentar e comer peru no Dia de Natal, quando eles sabem que o poder comunista está pronto para conquistar o mundo? Porque precisamos de Jesus? Porque precisamos do Messias? A coisa importante a saber é que nascemos em uma linhagem satânica de pecado hereditário baseada no amor satânico. Precisamos de um Messias porque queremos ter amor centrado em Deus, e somente o Messias
pode nos dar esse amor. Jesus precisava comer e dormir como qualquer outra pessoa, mas Jesus conduziu uma vida que Deus podia apreciar; essa era a diferença. Precisamos de Jesus a fim de aprender sua forma de vida, para que possamos herdar a tradição do amor celeste imaculado. A fim de fazer isso, devemos seguir sua forma de vida, obedecendo suas instruções.

Jesus poderia exemplificar completamente a tradição celeste se ele fosse um solteiro? Porque Jesus sempre foi um homem solteiro, não vimos qualquer outra tradição, mas este era somente o primeiro passo da contribuição de Jesus. Ele deveria ter dado ao mundo não apenas uma tradição de perfeição individual, mas também a tradição de amor entre esposo e esposa.

Como um homem centrado em Deus, ele queria demonstrar como homens devem viver. Como um esposo, ele queria demonstrar como deve ser um esposo modelo centrado em Deus. A Bíblia ensina isto? Vocês já leram na Bíblia como Jesus amava sua esposa? Deus chamaria Jesus de herege por pensar que ele devia se casar? O cristianismo não tem a tradição de amor de um esposo por sua esposa. Além disso, Jesus não queria somente amar sua esposa, mas também ensiná-la como estabelecer a tradição de como ser uma esposa. A Bíblia registra essa tradição? Há algum registro de Jesus se tornando um pai que podia ensinar as pessoas sobre a forma certa de amar seus filhos? Há alguma indicação que Jesus se tornou um avô que podia demonstrar como os netos devem ser amados? Jesus deixou alguma tradição para o Cristianismo sobre como conduzir uma tribo? Há alguma tradição para um rei e regente do mundo sobre como governar com o amor de Deus? Há alguma
tradição de um Rei dos reis que governa sem qualquer preconceito racial ou de etnia? Há uma tradição para governar não somente o mundo físico, mas também o mundo espiritual, demonstrando como o Reino do Céu deveria ser pela eternidade?
Há uma tradição do amor de Deus aqui na terra? Jesus veio para ensinar esta tradição. Ele se esforçou, mas finalmente foi crucificado, e não houve muito espaço para ele deixar as tradições que Deus queria aqui na terra. Comparado ao escopo da missão que Jesus veio cumprir aqui na terra, ele falou uma pequena porção sobre a tradição do amor de Deus. A parte principal disto foi deixado de lado. É essencialmente verdade que Jesus deve voltar para retomar essa missão e terminá-la. Isso não é lógico?

O que é amor? O que é o amor de Deus a partir do ponto de vista do Cristianismo? Este mundo no qual vivemos é de fato um deserto, pois não há o sabor do amor de Deus nele. As pessoas dificilmente têm um conceito do amor de Deus. Neste deserto, eu cheguei a chorar pelo amor de Deus. Em si mesma, esta é a missão histórica. Eu estou proclamando neste deserto como deve ser o amor de Deus. Eu vim a este mundo conhecendo exatamente a vontade de Deus, e a agonia e o coração de
Jesus. Eu sei o que ninguém mais sabia e vim para proclamar isto ao mundo. Pessoas que pensam que são atualmente os zelosos cristãos, são os verdadeiros traidores aos olhos de Deus. As pessoas não querem ouvir isso; ao invés, elas querem aclamação e grande respeito. Mas não há nenhuma palavra de elogio que eu poderia dar a elas.

Hoje as pessoas não escrevem a palavra Christmas (Natal), mas ao invés utilizam Xmas. Frequentemente em uma prova a letra O significa verdadeiro e X significa falso. Assim, escrito como Xmas, o Natal é a mensagem falsa e virada de cabeça para baixo. As pessoas estão celebrando o tipo errado de Natal. Quando vocês me ouvem dizer isto, faz sentido, mas por causa disto as pessoas dizem que sou um herege que está atacando a tradição cristã de 2.000 anos. Novamente, o importante é a qual lado Deus é receptivo. Se o mundo inteiro tem outra opinião, como vocês podem ter certeza que Deus tomaria o meu lado? Quando descobrimos que o verdadeiro significado do Natal é que Deus enviou Jesus para trazer a verdadeira tradição de
amor, então quando trocarmos cumprimentos de Natal, eles serão agradáveis e aceitáveis a Jesus.

Jesus conduziu uma vida de acusação e perseguição, e finalmente de crucifixão. Ele de fato conduziu a vida mais miserável, e seu único desejo era que um único homem desse um passo à frente e dissesse ao mundo quem ele verdadeiramente era e como ele se sentia, e porque ele chorou no Getsêmane. Ele queria alguém que falasse para ele que podia olhar para o mundo
através de seus olhos, com a tradição do amor de Deus, e dissesse ao mundo o que fazer. Jesus queria que o porta-voz reivindicasse sua missão, anunciasse a tradição de amor que Jesus não pôde terminar durante sua própria vida. Este é o tipo de campeão que Jesus de fato queria ver neste mundo.

No mundo decaído os homens olham para uma bela mulher e pensam como podem tê-la para eles mesmos. Quando Jesus olhava para alguma mulher – seja encantadora, feia, jovem ou velha – Jesus sentia que ela era sua irmã e pensava sobre como amá-la de uma forma celeste e pura. Quando vista através dos olhos de Jesus, mesmo a mulher mais feia possível – tão feia que você teria que soletrar ‘feia’ com dez letras ‘f’ – ela verdadeiramente seria uma irmã e ele derramaria seu coração genuíno para ela. Assim é como Jesus olhava para toda a humanidade. Apenas alguns relacionamentos são possíveis com o restante da humanidade – uma pessoa é sua irmã ou irmão, mãe ou pai, tio ou tia, um membro de sua raça. Sempre que vê um homem idoso, você pode pensar sobre ele como seu avô, como o avô de Jesus. Jesus teria dado ao seu avô o derradeiro respeito, por isso, é assim como você deve olhar para o homem idoso.

Há algum grupo que verdadeiramente representa o coração de Jesus, e pode dizer a ele que estão aqui para reivindicá-lo e recriar sua obra na terra? Quando houvesse um grupo de pessoas fazendo isso todos os dias, Jesus teria lágrimas em seus olhos quando os observasse? Ele exclamaria: “O mundo inteiro nunca chegou perto de me entender. Como vocês continuam
seguindo em frente, e nunca pensam em desistir, mesmo quando são acusados e perseguidos enquanto tentam confortar meu coração?” Há alguma forma que Jesus pudesse apenas se sentar e assistir? Ele faria todo o possível para auxiliar e mobilizar todo o mundo espiritual.

As pessoas que querem ver a Igreja de Unificação dispersa e ter sua própria denominação crescendo estão vendo acontecer exatamente o oposto. A Igreja de Unificação está crescendo enquanto as outras igrejas estão declinando. As pessoas mais jovens estão se reunindo aqui, enquanto as pessoas mais velhas ficam lá. Qual grupo representa a esperança? Uma vez que
vocês experimentam a tradição de amor de Deus, não há como se separar dela. Nem mesmo Deus pode se dar ao luxo de deixá-la. Que grande esperança! Naturalmente Deus irá querer ficar aqui se este é o lugar onde Ele encontra o amor. Se este é o lugar onde vocês encontraram o amor, vocês brigariam entre si? Se houvesse amor aqui, Deus seria o único a tentar fugir enquanto você o seguraria, ou você seria o único tentando fugir e Deus seria o único segurando você? Você ficaria com Deus somente uma hora ou para sempre? Essa é a esperança pela qual estou vivendo. Que outra alegria eu poderia ter neste mundo se não fosse pela esperança da tradição do amor de Deus? Em todo lugar que eu vou as pessoas me criticam e me chamam de monstro que faz lavagem cerebral nas pessoas. Temos uma expressão melhor; lavagem cerebral é de fato lavagem moon, ou lavagem do amor.

Estamos reunidos para celebrar o verdadeiro Natal, porque conhecemos Deus e Seu propósito; conhecemos o propósito de Jesus e a sua intenção ao vir para este mundo. E além disso, somos escolhidos por Deus para defender Jesus e liberar o coração de Deus pela realização do que Jesus deixou sem fazer. Se dizemos Feliz Natal com essa mentalidade, então Deus e Jesus responderiam milhares de vezes: “Feliz, feliz, feliz Natal.” O Natal deste ano é diferente de todos os outros que vocês celebraram no passado porque vocês conhecem seu verdadeiro significado. Vocês querem fazer mais por Deus e Jesus em 1980 do que fizeram em 1979, para que possam celebrar o Natal ainda melhor no próximo ano. Olhem para trás sobre como vocês têm amado as pessoas com o coração de Jesus e olhado para elas como ele fazia. Quão bom cristão você tem sido? Jesus olhava para todos como sua família; essa devia ser a tradição do cristianismo de hoje, mas isso é o que está sendo feito?
Nenhum outro povo está realmente respondendo ao chamado de Deus. Recebemos a missão divina que ninguém mais quer assumir. Não há nada maior ou mais importante para Deus, Jesus e a humanidade do que estabelecer a tradição do amor de Deus. O comprometimento que vocês devem ter por essa tarefa deve ser maior do que qualquer outra tarefa, e ainda maior do que a dedicação dos comunistas por sua causa. Amor é supremo; nada é mais perfeito ou precioso. Uma vez estabelecido, ele permanecerá para sempre, assim, para esta tarefa não há nada que possamos poupar.

Vocês têm realmente amado o mundo dessa forma? Basicamente vocês têm vivido caprichosamente, mas devem compreender que seu corpo não é seu – ele deve ser a personificação do amor de Deus. Ele é o templo sagrado de Deus, que é amor. Ele deve ser um templo de amor. Se alguém espremer você, deve sair suco de amor, e através de você, as pessoas
devem encontrar salvação e vida eterna. O Dia de Natal é o dia perfeito para se arrepender, para verificar quanto você tem
verdadeiramente vivido como representante de Jesus e amado o mundo como ele fez. Somos as únicas pessoas a herdar a verdadeira tradição de Natal que Deus concebeu em Seu coração. O verdadeiro significado do Natal é a tradição do amor verdadeiro de Deus. Não importa quão grande ou pequena nossas festividades sejam: vamos celebrar um Natal que
Deus e Jesus queiram participar. Após me ouvirem, o “Feliz Natal” se torna “Natal Preocupado.”

Este ano vocês cumprimentam uns aos outros com “Natal Pesado,” com o desejo que no próximo ano possamos verdadeiramente celebrar um Feliz Natal. Panetone e sorvete criam um feliz Natal? O verdadeiro conteúdo do Natal é a quantidade de amor que você deu durante o ano. Isso é mais impressionante do que qualquer quantidade de decoração.
Quando você verdadeiramente vive a tradição do amor durante o ano, mesmo se você não tem um pedaço de panetone, mas apenas meio copo de água para brindar com Deus e Jesus, eles receberão o seu Feliz Natal como o mais belo e memorável Natal. Eu sei que Deus e Jesus Cristo verdadeiramente apreciarão esse tipo de Natal.

Vocês me prometeriam que expandirão ao invés de diminuir o amor que vocês têm até agora, e verdadeiramente darão ao mundo uma Catarata do Niagara de amor de Deus para que possamos realmente celebrar o Natal em 1980? Esse é o melhor presente de Natal. Devemos fazê-lo. Deus abençoe vocês.

Rev. Sun Myung Moon
*25 de dezembro de 1979
Centro Mundial de Missão

Veja também: The Birthday Celebration of Jesus, sermão de Rev. Sun Myung Moon em Cheong Pyeong Heaven and Earth Training Center, Coreia, 3 de Janeiro de 2004. 

 

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s