A Rígida Disciplina do Amor

O Apocalipse na Bíblia diz que devemos ser quentes ou frios, não mornos. A atitude morna não conta para nada no mundo de amor. É permitido segurar um chicote se você tem um coração amoroso. Se os filhos negligenciam o amor dado pelos pais, os pais podem ter que ser frios com eles. Se os filhos não são repreendidos por seu mau comportamento, eles perdem qualquer senso se distinção entre bem e mal. O Pai parece gentil, mas de certa forma ele é rígido. O Pai é muito cruel em relação ao mal, mas muito quente como uma fornalha de vários milhares de graus em relação à bondade.

Quando o Pai ouviu que mestres tinham sido enviados para a prisão por baterem em estudantes, ele soube que a América estava perecendo. Para o benefício de obterem uma boa direção, os estudantes devem com disposição pedir para seus mestres puni-los, se necessário. Um provérbio coreano diz, “Dê uma tigela extra de arroz para a pessoa difícil e segure um chicote para a pessoa amada.” Isso é inevitável se alguém deseja herdar a tradição correta. Vocês devem ser capazes de derramar lágrimas de gratidão pelo amor paternal, esquecendo a dor. Até mesmo um chicote é precioso para o amor. Qualquer coisa realizada no amor é preciosa, mesmo punição e sofrimento. Amor não inclui somente sentimentos agradáveis.

Pais que deixam seus filhos pararem de estudar sempre que estão cansados não são verdadeiros pais de amor verdadeiro. Eles devem até mesmo espancar os filhos para que continuem a estudar porque estão preocupados sobre seu futuro bem-estar. Pais depositam suas esperanças no futuro de seus filhos. É bondade e amor bater nos filhos ou nos amigos íntimos quando eles querem seguir na direção errada. Conhecendo este princípio, tudo deve estar incluído no padrão da bondade.

Vocês devem dar nascimento a filhos e educá-los com amor verdadeiro. Então a família se torna unida, e se vocês amam a nação centrando na família, vocês serão chamados de patriotas. Pais, de tempos em tempos, reforçam a disciplina a fim de educar seus filhos a seguirem o caminho correto, por isso os filhos não devem ficar insatisfeitos ou rebeldes contra seus pais quando eles são espancados. Eles devem refletir sobre seu comportamento errado e se empenhar para corrigi-lo. Essa pessoa crescerá corretamente e se moverá mais próxima ao centro onde Deus habita.

Se vocês são profundamente interessados e amam determinada pessoa, vocês podem repreender essa pessoa sem sentimentos de culpa. Quanto mais próximo você está de uma pessoa, mais você repreende essa pessoa. Se um rapaz próximo comete erros, você pode fingir não notar isto, mas se seu filho comete os mesmos erros, você o castigará e o espancará severamente.

Golpear uma pessoa a partir de uma profunda preocupação é amor, mas golpear uma pessoa sem qualquer preocupação é cometer pecado. Se vocês golpeiam uma pessoa mais do que o grau de sua preocupação com ele ou ela, vocês se tornarão o inimigo dessa pessoa – o pior de todos os inimigos. Se vocês derramam amor contínuo em direção ao seu filho, embora ele o rejeite, ele definitivamente retornará e se arrependerá. Mas se vocês repreendem um filho três vezes, e então se vangloriam de quão bem vocês o educaram, ele vai se arrumar e deixá-los imediatamente. Então quando vocês o tratam com um amor maior, derramando lágrimas, ele voltará. Um amor maior tem o poder motivador para digerir um amor menor e criar unidade.

Na Guerra da Coreia, eu vi a seguinte cena. Uma mãe estava carregando seu menino de cinco anos em suas costas, e a pequena criança estava cantando, sem saber que estavam buscando refúgio por causa da guerra. No caminho a mãe ficou exausta e sem forças, e ela o deixou andar. Mas a criança estava protestando, dizendo, “Se você não me carregar em suas costas, não vou me mover.” O que pais amorosos deveriam fazer nesta situação? A emoção e desejo corretos é carregar a criança nas costas. Mas neste caso se ela tivesse tentado carregá-lo, ambos teriam morrido. Então ela corretamente deixou a criança caminhar, até mesmo esbofeteando seu rosto e utilizando ameaças, a fim de alcançar refúgio seguro.

Se vocês fossem os pais, o que fariam? Vocês abandonariam o filho, ou trariam o filho pela força? Vocês devem levar o filho para a segurança, mesmo se tiverem que rasgar sua orelha ou puxar seu nariz. Isso é amor verdadeiro. Depois de chegar com segurança ao refúgio, a criança apreciará sua mãe. Se ele reclama de sua orelha ter sido rasgada, preocupando-se se conseguirá se casar com essa orelha, ele merece morrer sendo atingido por um raio. A orelha rasgada deve simbolizar a grandeza e espontaneidade do seu amor paternal. Vocês podem pensar que o Pai permite que vocês comam, mas ao contrário, ele apenas quer que vocês sofram. Ao indicar seu trabalho, eu não tenho simpatia, mas uma vez que vivemos juntos, vocês estarão preenchidos com amor primaveril pelo Pai.

O Pai deve conduzi-los a trabalharem, mesmo puxando seus narizes. Eu devo direcioná-los chutando ou golpeando vocês. Este é o método justo. Devemos até mesmo bater nos avôs e avós para forçá-los a seguirem em frente. Essa é nossa missão.

Devemos fazer isso a fim de entrar na realidade na qual recebemos o amor definitivo de Deus. Devemos seguir sobre o padrão das religiões do passado e nos dedicarmos completamente para o estabelecimento da nação de Deus, mais do que as pessoas de qualquer outra organização, a fim de ocupar todo o amor não realizado de Deus. Esse é o motivo pelo qual este é um método e estratégia legítimos. Se vocês falham enquanto tentam este caminho, vocês podem se vingar de mim. Eu não pereci ao viver dessa forma.

Fonte:

Trecho extraído do livro “Bênção e Família Ideal 2” de Rev. Sun Myung Moon, Capítulo 7.4.6, pág. 203. 

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s