Amor na Família

A família ideal somente pode servir como bloco edificador do Reino de Deus. – Sun Myung Moon

A família é o meio primário através do qual a maioria das pessoas aprende sobre amor. Martin Luther King disse, como faz o Reverendo Moon, que a família é a “escola do amor.” Cultivar amor verdadeiro ao longo de uma vida envolve estabelecer relacionamentos amorosos e uma família. A família contém uma dose dupla em uma vida de amor. A família de origem de uma pessoa a cultiva em amor como um filho e um irmão, conduzindo para seu desenvolvimento e maturidade pessoal. Então ele ou ela segue para cultivar em uma nova família com um cônjuge e filhos. Todas estas experiências educam uma pessoa no amor verdadeiro.


Muitas tradições religiosas e morais equiparam os relacionamentos honrosos e amorosos na família com um modelo para o relacionamento correto de uma pessoa com Deus. No Talmud, por exemplo, está escrito, “Quando um homem honra seu pai e sua mãe, Deus diz, ‘Eu considero isto como se eu tivesse habitado entre eles e eles tenham me honrado” (Kiddushin, 30b). Jesus encorajava seus seguidores a pensar sobre Deus como um pai amoroso e se relacionar com Ele assim. Confúcio disse, “Seguramente o comportamento adequado em relação aos pais e irmãos mais velhos é o tronco da bondade,” (Analetos 1.2) e “Piedade filial é a raiz de todas as virtudes” (Classic of Filial Piety). Estes sentimentos são ecoados no Hinduísmo, Budismo, Shintoísmo, Islamismo e crenças africanas e nativas americanas tradicionais.

Continuar a ler

Anúncios

Como Deus Tem Educado a Humanidade?

Deus suportou por milhares de anos um curso de sofrimento para criar um fundamento Israelita em nível mundial e preparar os Israelitas para herdarem a vontade de Jesus. Entretanto, embora Jesus tivesse a autoridade de representar o céu, ele não pôde encontrar pessoas com quem ele pudesse trabalhar; ele teve que criá-las por ele mesmo. Ele teve que reeducar as pessoas.

Não somos realmente filhos e filhas de Deus. Somos totalmente alheios às Suas amargas lágrimas e profunda tristeza, por termos nascido do sangue satânico. Ao invés, celebramos enquanto Deus está triste, e regozijamos com a queda de Seus outros filhos. Quão difícil deve ser para Deus guiar essas pessoas e nos direcionar para desbravarmos o caminho?

Continuar a ler

Unidade Mente e Corpo

“Tão alto como as montanhas e tão profundo como o oceano,” é uma metáfora utilizada em incontáveis canções e poemas para descrever a afeição de um amante. Esta é uma bela promessa de devoção eterna, comparada com a vastidão, mas ainda mais importante, implicando também a constância e confiabilidade do mundo criado. Para ser tão “fiel como aquelas colinas,” tão “certo como a chuva” e assim por diante para exemplificar a integridade perfeita de todas as coisas no universo, sua unidade de propósito e expressão, caráter e forma. Em termos humanos, isto é harmonia de palavra e ação, mente e corpo — uma precondição necessária para amor verdadeiro e duradouro.

A penetrante dualidade das naturezas interna e externa caracteriza todos os seres. Animais movem seus corpos de acordo com sua mente instintiva. Da mesma forma, as plantas exibem sensibilidade e responsividade ao seu ambiente pela virtude da vida invisível dentro delas. Coisas inanimadas também se comportam de acordo com suas naturezas físico-químicas inerentes. Aristóteles denominou estas duas dimensões de ideia e matéria. A filosofia Indiana chama estas duas dimensões de espírito (purusha) e matéria-energia (prakriti). A natureza interna de um ser dá a ele seu propósito e direção, e comanda sua forma externa. Estas naturezas interna e externa são tão intrinsecamente conectadas, tão inseparáveis — de fato, uma não pode existir sem a outra — que dificilmente as notamos.

Continuar a ler

A Vida de Esposo e Esposa em uma Família Abençoada

Famílias abençoadas devem renunciar ao conceito de vida convencional. O casal ideal que Deus originalmente desejava devia retornar glória a Deus, mas ao invés, o casal decaído retornou tristeza para Deus. Há a deslealdade do arcanjo como também a irresponsabilidade de Adão e Eva. O arcanjo estava destinado a estabelecer a condição de lealdade e piedade filial em relação a Deus, mas ele falhou em fazer isso. Portanto, a providência de restauração deve estabelecer condições de lealdade, piedade filial e amor virtuoso.

Embora nós, como pessoas decaídas, tentamos estabelecer essas condições de amor, não podemos alcançar o padrão original porque o inimigo interfere com nossa lealdade, piedade filial e virtude. É fácil falarmos e pensarmos sobre nos tornarmos leais à nação, dedicados aos nossos pais e fiéis aos nossos cônjuges, mas a lealdade, a piedade filial e o amor virtuoso originais são diferentes do que imaginamos. Esse é o motivo pelo qual precisamos do ponto central.

Porque Deus esteve estabelecendo o centro de coração de lealdade, piedade filial e virtude no amor, toda religião e moralidade deve seguir este padrão. Todas as pessoas religiosas e Jesus  estiveram tentando estabelecer a família para o propósito de estabelecer a condição de lealdade, piedade filial e virtude no amor. Deus estabeleceu a nação de Israel a fim de procurar por essa família. Jesus poderia ter feito Satanás se render se ele tivesse primeiro estabelecido a moralidade de lealdade, piedade filial e virtude no amor, e então ele teria se tornado o sacerdote para expandir essas condições. Quando filhos amadurecem, eles devem substituir a doutrina de Deus com Sua substância.

Continuar a ler

A Rígida Disciplina do Amor

O Apocalipse na Bíblia diz que devemos ser quentes ou frios, não mornos. A atitude morna não conta para nada no mundo de amor. É permitido segurar um chicote se você tem um coração amoroso. Se os filhos negligenciam o amor dado pelos pais, os pais podem ter que ser frios com eles. Se os filhos não são repreendidos por seu mau comportamento, eles perdem qualquer senso se distinção entre bem e mal. O Pai parece gentil, mas de certa forma ele é rígido. O Pai é muito cruel em relação ao mal, mas muito quente como uma fornalha de vários milhares de graus em relação à bondade.

Quando o Pai ouviu que mestres tinham sido enviados para a prisão por baterem em estudantes, ele soube que a América estava perecendo. Para o benefício de obterem uma boa direção, os estudantes devem com disposição pedir para seus mestres puni-los, se necessário. Um provérbio coreano diz, “Dê uma tigela extra de arroz para a pessoa difícil e segure um chicote para a pessoa amada.” Isso é inevitável se alguém deseja herdar a tradição correta. Vocês devem ser capazes de derramar lágrimas de gratidão pelo amor paternal, esquecendo a dor. Até mesmo um chicote é precioso para o amor. Qualquer coisa realizada no amor é preciosa, mesmo punição e sofrimento. Amor não inclui somente sentimentos agradáveis.

Pais que deixam seus filhos pararem de estudar sempre que estão cansados não são verdadeiros pais de amor verdadeiro. Eles devem até mesmo espancar os filhos para que continuem a estudar porque estão preocupados sobre seu futuro bem-estar. Pais depositam suas esperanças no futuro de seus filhos. É bondade e amor bater nos filhos ou nos amigos íntimos quando eles querem seguir na direção errada. Conhecendo este princípio, tudo deve estar incluído no padrão da bondade.

Continuar a ler

Vida de Igreja

Vida de Oração

Uma vida de oração é necessária. Você precisa de uma vida de oração. Nossa vida de fé não é uma coisa de tempo parcial. Ela é nosso trabalho principal.

Reuniões

É absolutamente necessário participar em reuniões ou encontros porque é necessário manter equilíbrio. É absolutamente necessário mantê-lo. Portanto, você deve participar em reuniões por todos os meios.

Aprendizado

Você sempre deve aprender espiritualmente. Você precisa de conhecimento e educação. Você não deve ser ignorante. Aqueles que vivem uma vida de fé sempre devem se examinar sobre quanto conhecimento espiritual e físico eles têm. Naturalmente, o conhecimento espiritual deve assumir precedência. Se você vive uma vida de fé, você frequentemente pode receber revelações através de sonhos e de outras formas. Você deve saber isto. Você deve aprender como eles estão relacionados com você e como esses sonhos afetam você. Você deve examiná-los. Os sonhos diferem, dependendo da pessoa.

Continuar a ler

A Família é a Escola de Disciplina para o Amor Verdadeiro

A família é criada para ser o manual para a vida no Reino do Céu. Se vocês amam cada pessoa que está na idade de seu avô como seu próprio avô, vocês seguramente irão para o Reino do Céu; se vocês amam uma pessoa que está na idade de seus pais como seus próprios pais, não haverá nenhuma fronteira para vocês no mundo espiritual. Se vocês podem considerar todos os jovens do mundo como seus próprios filhos e filhas, vocês serão capazes de visitar qualquer lugar no Reino do Céu. Embora existam doze portões perolados e a direção já esteja estabelecida no mundo espiritual, vocês serão capazes de passar através de qualquer lugar. A família é o material de ensinamento, isto é, um manual através do qual vocês podem se relacionar com todo o Reino do Céu. Se vocês aplicam o eixo à nação, vocês se tornarão um patriota, e se aplicam ao mundo, vocês se tornarão um santo. Esse é o valor dos seres humanos.

Onde é a sala de disciplina do amor verdadeiro? Isso é “Deus e Nossa família,” que é o tema do sermão de hoje. Jeová é o Deus vertical e Adão é o Deus horizontal. A família é o seminário através de exemplificação para educação no amor da humanidade. Este é o ambiente representativo para estabelecer o centro de coração. Se vocês confiam uns nos outros e conduzem uma vida conjugal feliz em sua família, vocês se colocarão como o centro de todo o universo e serão abençoados com felicidade. Esse é o ponto de início do domínio ideal. Seres sem amor não têm nenhum significado para sua existência.

Continuar a ler