Nossa Máscara de Cada Dia

Máscara de cada dia

Novo ano, novos projetos, novas determinações… assim iniciou-se 2015. Você já definiu suas metas e objetivos para esse ano? Não?! Então pare o que estiver fazendo e vá defini-los! Se sim (meus parabéns!), entre eles está o de incorporar uma “máscara” em sua vida diária?

Recentemente eu estava conversando com uma nova amiga e chegamos a um ponto em que discutíamos que, em nossa vida, quase todos os dias nos deparamos com situações em que nos vemos forçados a usar máscaras, e que isso poderia trazer consequências negativas, sendo a maior delas a negação de nossa individualidade. Por máscaras, entendíamos ações, palavras, comportamentos que diferiam daqueles que estamos acostumados. Entretanto eu, apesar de concordar que uma sucessão de máscaras indesejáveis pode ter seu impacto negativo sobre a personalidade das pessoas, sempre tive uma diretriz mental de que toda e qualquer situação/realidade pode e deve ser analisada e compreendida por ambos os aspectos: negativos e positivos. E dessa vez não foi diferente.

Com base nisso, passados alguns dias dessa conversa, eu me peguei remoendo esses pensamentos, buscando analisar o lado positivo do tema e, como que por acaso, eu fui ler algumas publicações antigas do nosso Movimento, e me deparei com um texto cujo título homenageio nessa postagem.

Continuar a ler

Liderança

Embora este livro seja sobre desenvolver liderança, vale à pena analisar o tópico de uma maneira específica a fim de compreendermos os tipos de líderes, o que faz um bom líder, a visão que um líder precisa, o coração de um líder, e a maneira como líderes enfrentam retrocessos.

TIPOS DE LÍDERES

Para algumas pessoas, liderança é um talento natural – é apenas uma parte de sua personalidade. Para outras, liderança é uma habilidade que é aprendida ou obtida em situações de emergência.

Se você estivesse em uma caminhada com um grupo de jovens adolescentes, por exemplo, e o líder adulto ficou seriamente doente, todos olhariam para você para conduzi-los para fora da dificuldade? Isso significaria que você tem qualidades naturais de liderança. Você olharia para alguém para conduzir e cuidadosamente tentar seguir as direções e exemplos dele ou dela? Isso significaria que você está aprendendo as habilidades de liderança. Ou, vendo a ausência de liderança, você assumiria a responsabilidade e organizaria o grupo com tarefas para ajudá-los a manterem a calma, fazendo um plano para cuidar do adulto que está doente e também para voltar ao acampamento com segurança? Isso significaria que você tem qualidades de liderança que emergem na crise.

Algumas pessoas conduzem pelo exemplo – sendo o primeiro a fazer algo. Você já percebeu que quando algumas pessoas fazem coisas de certa forma, os outros seguem o modelo?  Por exemplo, Crystal começou a usar seu cabelo de certa maneira, e logo muitas meninas estavam utilizando seus cabelos dessa forma. Brian decidiu jogar xadrez ao invés de futebol, e logo muitos meninos estavam se inscrevendo para o xadrez.

Você pode ser um líder sendo o primeiro a fazer algo também. Você pode não ser um líder da moda ou no esporte, mas você pode ser o primeiro a ser voluntário para doar sangue, ou um projeto de limpeza, ou para a arrecadação na escola. Se você faz isto freqüentemente, em breve será indicado para posições de liderança.

Continuar a ler

Histórias da Vida do Verdadeiro Pai – Parte IV

Um Adolescente ouve a voz de Deus: Uma revelação de Jesus 

Jesus and True Father

O Pai era um adolescente. Ele tinha 16 anos. Mesmo que ninguém lhe dissesse o que fazer, ele sempre se levantava cedo para orar antes de ir para a escola. Ele era muito sério.

Em uma manhã de Páscoa ele acordou antes do sol surgir, se vestiu e subiu uma montanha das redondezas. Então ele começou sua oração matinal. Ele não orava por roupas novas ou alimentos diferentes, ou por uma bacia maior de arroz. Ao invés, o Pai orava pelos coreanos que sofriam. Ele orava para que pudesse entender tudo sobre Deus, tudo sobre Jesus, e tudo sobre o mundo.

“Eu oro para poder ser mais sábio a fim de ajudar as outras pessoas,” ele orava mais e mais. “Eu oro para que eu possa ter a maior fé em todo o mundo. Oro para que eu possa ter mais amor, até mesmo mais amor do que Jesus.”

Após algum tempo, aconteceu algo que fez desta Páscoa a mais importante de todas. De repente, surgiu diante dele um homem! Aparentemente ele apareceu a partir do nada.

“Olá,” disse o homem. “Você me reconhece? Eu sou o seu amigo, Jesus.”

Continuar a ler

Vamos nos Tornar Filhos Abençoados que se preparam para o Futuro

O discurso a seguir foi proferido por Dae Mo Nim para os participantes do ‘Seminário Especial Sunghwa de Verão de 2011 para Estudantes em Cheongpyeong’ na cerimônia de encerramento no dia 13 de agosto de 2011.

Annyeonghaseyo. Como foi este seminário? Ele foi muito bom?

Os pais celestiais disseram, ‘Filhos de 2ª geração são muito espertos’. Eu também ouvi dos pais celestais e dos Verdadeiros Pais de Céu, Terra e Humanidade que ‘filhos de 2ª geração são flores de todas as flores, jóias de todas as jóias e amores de todos os amores’. Eles também explicaram que ‘filhos de 2ª e 3ª gerações são preciosos’. Onde quer eu eu vou e encontro filhos de 2ª e 3ª gerações, sempre lembro que eles são ‘filhos preciosos’.

Vida de Gratidão

Seu estilo de vida deve mudar através de sua vida de fé. Através do ‘Seminário Sunghwa de 14 dias de Cheongpyeong para Estudantes de Japão e Coreia’ e o ‘Seminário de Verão de 40 dias Internacional para Filhos Abençoados’ aprendemos quem somos. Depois que voltamos para casa, nosso estilo de vida deve mudar.

Continuar a ler

Histórias da Vida do Verdadeiro Pai – Parte I

O Pai nasceu em uma fazenda na Coréia

Houve alguns sinais espirituais antes do nascimento do Pai, e seu avô viu alguns sinais de sua grandiosa vinda. Já ouvimos que eventos milagrosos ocorreram. Baseado nestas informações, os eventos desta história foram escritos. Eles não devem ser tomados como verdades literais. É uma história que pretende dar o sentido superficial de seu nascimento, o ambiente na Coreia… uma história de como poderia ter ocorrido.”

O horizonte estava se tornando rosa com o raiar do sol em Chonju da província de Buk-Do. A velha mulher se livrou da pesada colcha de cama. Ela era chamada de “Halmoni” (avó) por seus muitos netos e filhos. O assoalho ainda estava um pouco morno pelas pedras quentes colocadas sob ele na noite anterior. Mas o ar do inverno estava congelante, e a respiração dela era visível pelas nuvens de vapor. Na escuridão, havia traços de gelo ao longo das bordas das janelas pintadas de branco. Apesar de sua idade, ela era muito lúcida. Ela era, apesar de tudo, uma coreana, e coreanos são orgulhosos de seus rigorosos invernos.

Ela vestia uma longa saia que alcançava abaixo de seus tornozelos, uma blusa branca de algodão e um colete roxo de tricô com bolsos. Ela calçava sandálias em seus pés que aparentavam pequenas canoas com os dedos dos pés virados para cima. Por último, ela vestia um revestimento de pele, amarrado com um pedaço de corda. Ela empurrou a porta e saiu pela escuridão gelada. Ela seguiu seu caminho através da fazenda até a pilha de lenha, colocando seus dedos finos e velhos em suas axilas para mantê-los aquecidos.

A pilha de lenha era uma torre em forma de cone de varas cortadas de madeira tão alta quanto a casa. No celeiro ao lado da casa, o galo cantou, e os outros animais começaram a se agitar. Ela arrastou uma grande porção de madeira, que estava congelada e grudada, e retornou para a pequena casa.

Continuar a ler

Desempenhando a Condução Romântica em Sua Vida

Parte da condução da vida de uma pessoa é tratar também com assuntos de amor, especialmente amor romântico. Amor romântico é uma grande preocupação da vida. Milhões de palavras e milhares de pinturas têm sido dedicadas pata o tema do amor romântico. Isto reflete a busca inerente dentro do seres humanos pela emoção de experimentar uma profunda intimidade com alguém, a alegria que pode vir com isso, e essa maravilhosa e quase indescritível sensação conhecida como “estar apaixonado”.

Amor romântico é geralmente considerado como a mais passional expressão de amor entre duas pessoas. As pessoas nesse relacionamento sentem como se pudessem conquistar o mundo.  É quase como um estado de transe no qual as pessoas acreditam que o poder de seu amor pode superar qualquer problema. Tudo parece possível!

Amor romântico exibe intensa paixão, completa devoção, e esperanças e sonhos propositados. As emoções do amor romântico dão para as pessoas uma perspectiva de vida e uma profunda sensação de felicidade. Psicólogos apontam que o amor romântico tem um bom efeito sobre o caráter das pessoas. Ele traz para fora o melhor de nós, motiva a nos aprimorarmos, e nos inspirar para buscarmos por um nível mais elevado de maturidade e responsabilidade.

Não experimentamos amor romântico em nossos relacionamentos com nossos pais, filhos, familiares, ou amigos, embora possamos amá-los apaixonadamente. Amor romântico é específico para um homem e uma mulher e envolve atração sexual.

Algumas pessoas ridicularizam o amor romântico, dizendo que ele realmente não existe, mas que é simplesmente o produto de uma imaginação iludida. Entretanto, se parceiros no matrimônio não experimentam romance, então algo maravilhoso está faltando, não importa quão sincero possa ser o compromisso de um para o outro. Sem romance, o matrimônio fica reduzido a duas pessoas vivendo juntas sem paixão que são dominadas pela rotina entorpecida da vida diária.

Este é o motivo pelo qual casais estão buscando por conselheiros matrimoniais para colocar romance em seus matrimônios – criar um momento para o outro, fazer coisas agradáveis juntos, e fazer coisas agradáveis e bonitas para o outro, como enviar bilhetes de amor, flores, e demonstrar especial consideração e ternura. Amor romântico precisa ser cuidado e nutrido ele pode também facilmente diminuir.

Continuar a ler

Estória Interessante

 

Vamos contar a estória sobre o pequeno Alex. Um dia ele estava no pátio da escola, e estava exclamando em alta voz, segurando uma Bíblia: “Deus seja Louvado! Deus seja Louvado!” Seu professor veio e disse: “Ei, Alex, o que você está fazendo aqui fora?” E Alex disse: “Eu estou louvando a Deus!” Então o professor disse: “Mas porque você está louvando a Deus?” Alex disse: “Bem, como o senhor sabe, Deus dividiu e abriu o Mar Vermelho e Moisés atravessou todo o Mar Vermelho.” E o professor disse: “Ah! Bem, como você sabe, Alex, de fato se você olhar pela ciência, em determinadas partes do Mar Vermelho a profundidade é de somente cerca de vinte e cinco centímetros, e na maré baixa, as águas vão embora e você de fato pode caminhar através do Mar Vermelho. Isto realmente não é um grande milagre como a Bíblia diz, é apenas pura ciência.” Alex ouviu isso, e ele ficou com uma pequena dúvida em seus olhos, e então ele abaixou sua cabeça, e de repente seus olhos brilharam, e então ele disse: “Deus seja louvado! Deus é grande!” O professor viu isso e disse: “Alex, você não ouviu sobre a ciência, porque está louvando a Deus?” Então Alex disse: “Deus é grande, Ele é poderoso, Ele afogou os egípcios em vinte e cinco centímetros de água!!!!”

 

Estória contada pelo Rev. Hyung Jin Moon no sermão “Ser um Herói Todos os Dias” do dia 19 de julho de 2008

Traduzido por Marcos Alonso.

 

  

 

Estória Interessante

 Havia um filósofo alemão no século XIX, seu era Friedrich Nietzsche. Ele escreveu muitos trabalhos, mas um de seus clássicos foi um trabalho chamado “Assim Falou Zarathustra.” E foi nesse trabalho que ele fez a proclamação de que “Deus está morto.” Ele fez essa afirmação. Isso se tornou uma afirmação muito forte e muito controversa durante o tempo de sua vida. Mas dizem que no escritório dele havia uma escrivaninha agradável de madeira, e sobre a escrivaninha havia um enorme quadro, um texto que ele escreveu e emoldurou com ouro, onde estava escrito: “Deus está morto,” e assinado “Nietzsche.” Então no momento quando colocou esse quadro na parede, Nietzsche o estava admirando, olhando para a bela moldura de ouro, pensando sobre seu brilhantismo como filósofo, e de repente ele teve um ataque cardíaco. Ele imediatamente despertou diante de um portão perolado. Ele estava no Portão Perolado neste momento, e então ele disse: “Deixe-me entrar por estes portões perolados!” Então os portões se abriram e diante dele havia uma nuvem espessa. E ele caminhou através dessa nuvem. Quando passou pela nuvem, ele viu uma escrivaninha parecida com a dele. Entretanto, ela não era de madeira; era de ouro, feita de ouro maciço. E sobre a escrivaninha parecida com a que ele tinha, sobre essa escrivaninha de ouro, havia um quadro escrito que dizia: “Nietzsche está morto,” e estava assinado: “Deus.”

 

 

 Estória contada pelo Rev. Hyung Jin Moon no sermão “Coragem para Admitir Imperfeições” do dia 06 de outubro de 2007.  

Estória Interessante

Esta é a estória de uma mãe tentando fazer seu filho ir para a igreja. A mãe veio ao quarto do filho – era manhã de domingo – e ela o sacudiu e disse: “Acorde Marcos, é hora de ir para a igreja! Acorde e se levante.” E ele disse: “Mãe, eu não vou para a igreja hoje.” Ela tentou convencê-lo, e tentou levantá-lo da cama. Mas ele não se levantava, e se escondeu debaixo de seu cobertor. Então ela disse: “Marcos, é melhor você levantar, temos que ir para a igreja.”

Então Marcos se levantou e disse: “Mãe, eu vou dar para a senhora duas razões pelas quais eu não irei para a igreja. Número um: Ninguém lá gosta de mim, e Número dois: Eu também não gosto deles.” E a mãe disse: “Tudo bem, eu também vou te dar duas razões pelas quais você vai para a igreja. Número um: você está com 45 anos de idade, e Número dois: você é o Pastor!”