O Filho Unigênito

Na Bíblia, Jesus é descrito como o “Filho unigênito.” O que isto significa? Jesus era a única pessoa que herdou o amor total e a linhagem total de Deus, e a única pessoa que podia representar isto. Por essa razão, ele tinha o poder da linhagem de Deus fluindo através dele. Esse é o motivo pelo qual ele é o Salvador.

Sabemos que Deus é o Pai da humanidade; além disso, Jesus é o Filho unigênito desse Deus. Portanto, é somente através de Jesus que podemos ser conectados com a linhagem de Deus; do contrário, a linhagem de Deus não pode fluir através da humanidade.

João 3:16 diz, “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” A parte mais importante desse versículo é que Deus amou o mundo.  Entretanto, muitos cristãos colocam a maior ênfase sobre a segunda parte do versículo, esquecendo a coisa mais importante: que Deus amou o mundo. Deus não amou a igreja ou o indivíduo tanto que Ele enviou seu Filho unigênito. Foi porque Deus amava muito o mundo, o universo. Assim, Jesus é aquele que estava destinado a salvar o mundo. Quando acreditamos em Jesus, o mundo deve estar em nossas mentes. Deus está em Jesus e Jesus está em Deus.

Continuar a ler

Amor na Família

A família ideal somente pode servir como bloco edificador do Reino de Deus. – Sun Myung Moon

A família é o meio primário através do qual a maioria das pessoas aprende sobre amor. Martin Luther King disse, como faz o Reverendo Moon, que a família é a “escola do amor.” Cultivar amor verdadeiro ao longo de uma vida envolve estabelecer relacionamentos amorosos e uma família. A família contém uma dose dupla em uma vida de amor. A família de origem de uma pessoa a cultiva em amor como um filho e um irmão, conduzindo para seu desenvolvimento e maturidade pessoal. Então ele ou ela segue para cultivar em uma nova família com um cônjuge e filhos. Todas estas experiências educam uma pessoa no amor verdadeiro.


Muitas tradições religiosas e morais equiparam os relacionamentos honrosos e amorosos na família com um modelo para o relacionamento correto de uma pessoa com Deus. No Talmud, por exemplo, está escrito, “Quando um homem honra seu pai e sua mãe, Deus diz, ‘Eu considero isto como se eu tivesse habitado entre eles e eles tenham me honrado” (Kiddushin, 30b). Jesus encorajava seus seguidores a pensar sobre Deus como um pai amoroso e se relacionar com Ele assim. Confúcio disse, “Seguramente o comportamento adequado em relação aos pais e irmãos mais velhos é o tronco da bondade,” (Analetos 1.2) e “Piedade filial é a raiz de todas as virtudes” (Classic of Filial Piety). Estes sentimentos são ecoados no Hinduísmo, Budismo, Shintoísmo, Islamismo e crenças africanas e nativas americanas tradicionais.

Continuar a ler

Porque Esforços de Testemunho Não Dão Muitos Frutos

Vocês me dizem que atividades de testemunho da igreja não estão indo bem, certo? Porque o testemunho não vai bem? Isso não vai bem porque seus velhos hábitos ainda têm forte influência em vocês e vocês fracassaram em se reformar. Membros da Igreja de Unificação estiveram fazendo testemunho até agora, e contudo, porque isto não está sendo bem sucedido? É porque os princípios fundamentais estão sendo violados.

Se vocês não estão de acordo com os princípios, então os esforços do testemunho não serão tão bem sucedidos. Assim, eu disse para vocês testemunharem para pessoas comuns. Eu disse para vocês testemunharem para os cristãos. Quando eu disse para vocês saírem e observarem os ministros cristãos, vocês hesitaram dizendo, “Oh não. Ele é melhor do que eu, e eu não conheço a Bíblia tão bem…” Vocês não têm se preocupado sobre seu conhecimento da Bíblia.

Vocês devem refletir sobre a razão pela qual as atividades de testemunho não têm sido tão frutíferas.

Continuar a ler

Fomentando a Unidade de Mente e Corpo

O cuidado da sociedade contemporânea pela máxima liberdade e autonomia do indivíduo apresenta desafios para aqueles que se disciplinam, e que fortalecem a vontade moral daqueles sob seus cuidados. Por um lado, a sociedade impõe muito menos controles externos no comportamento individual do que tradicionalmente; expectativas sociais são bastante frouxas sobre todas as questões desde etiqueta até comportamento sexual. Isto sugeriria que o local do controle deve residir dentro do indivíduo como nunca antes. Por outro lado, provavelmente nunca houve antes menos apoio social para o autocontrole individual. A sociedade ocidental orientada ao consumidor exalta o conforto e autoindulgência e despreza a contenção e disciplina. Incutir autocontrole em si mesmo ou nos outros vai contra a tendência cultural.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam […]. – Romanos 8:28

Continuar a ler

Como Deus Tem Educado a Humanidade?

Deus suportou por milhares de anos um curso de sofrimento para criar um fundamento Israelita em nível mundial e preparar os Israelitas para herdarem a vontade de Jesus. Entretanto, embora Jesus tivesse a autoridade de representar o céu, ele não pôde encontrar pessoas com quem ele pudesse trabalhar; ele teve que criá-las por ele mesmo. Ele teve que reeducar as pessoas.

Não somos realmente filhos e filhas de Deus. Somos totalmente alheios às Suas amargas lágrimas e profunda tristeza, por termos nascido do sangue satânico. Ao invés, celebramos enquanto Deus está triste, e regozijamos com a queda de Seus outros filhos. Quão difícil deve ser para Deus guiar essas pessoas e nos direcionar para desbravarmos o caminho?

Continuar a ler

Unidade Mente e Corpo

“Tão alto como as montanhas e tão profundo como o oceano,” é uma metáfora utilizada em incontáveis canções e poemas para descrever a afeição de um amante. Esta é uma bela promessa de devoção eterna, comparada com a vastidão, mas ainda mais importante, implicando também a constância e confiabilidade do mundo criado. Para ser tão “fiel como aquelas colinas,” tão “certo como a chuva” e assim por diante para exemplificar a integridade perfeita de todas as coisas no universo, sua unidade de propósito e expressão, caráter e forma. Em termos humanos, isto é harmonia de palavra e ação, mente e corpo — uma precondição necessária para amor verdadeiro e duradouro.

A penetrante dualidade das naturezas interna e externa caracteriza todos os seres. Animais movem seus corpos de acordo com sua mente instintiva. Da mesma forma, as plantas exibem sensibilidade e responsividade ao seu ambiente pela virtude da vida invisível dentro delas. Coisas inanimadas também se comportam de acordo com suas naturezas físico-químicas inerentes. Aristóteles denominou estas duas dimensões de ideia e matéria. A filosofia Indiana chama estas duas dimensões de espírito (purusha) e matéria-energia (prakriti). A natureza interna de um ser dá a ele seu propósito e direção, e comanda sua forma externa. Estas naturezas interna e externa são tão intrinsecamente conectadas, tão inseparáveis — de fato, uma não pode existir sem a outra — que dificilmente as notamos.

Continuar a ler

Vida de Igreja

Vida de Oração

Uma vida de oração é necessária. Você precisa de uma vida de oração. Nossa vida de fé não é uma coisa de tempo parcial. Ela é nosso trabalho principal.

Reuniões

É absolutamente necessário participar em reuniões ou encontros porque é necessário manter equilíbrio. É absolutamente necessário mantê-lo. Portanto, você deve participar em reuniões por todos os meios.

Aprendizado

Você sempre deve aprender espiritualmente. Você precisa de conhecimento e educação. Você não deve ser ignorante. Aqueles que vivem uma vida de fé sempre devem se examinar sobre quanto conhecimento espiritual e físico eles têm. Naturalmente, o conhecimento espiritual deve assumir precedência. Se você vive uma vida de fé, você frequentemente pode receber revelações através de sonhos e de outras formas. Você deve saber isto. Você deve aprender como eles estão relacionados com você e como esses sonhos afetam você. Você deve examiná-los. Os sonhos diferem, dependendo da pessoa.

Continuar a ler

A Família é a Escola de Disciplina para o Amor Verdadeiro

A família é criada para ser o manual para a vida no Reino do Céu. Se vocês amam cada pessoa que está na idade de seu avô como seu próprio avô, vocês seguramente irão para o Reino do Céu; se vocês amam uma pessoa que está na idade de seus pais como seus próprios pais, não haverá nenhuma fronteira para vocês no mundo espiritual. Se vocês podem considerar todos os jovens do mundo como seus próprios filhos e filhas, vocês serão capazes de visitar qualquer lugar no Reino do Céu. Embora existam doze portões perolados e a direção já esteja estabelecida no mundo espiritual, vocês serão capazes de passar através de qualquer lugar. A família é o material de ensinamento, isto é, um manual através do qual vocês podem se relacionar com todo o Reino do Céu. Se vocês aplicam o eixo à nação, vocês se tornarão um patriota, e se aplicam ao mundo, vocês se tornarão um santo. Esse é o valor dos seres humanos.

Onde é a sala de disciplina do amor verdadeiro? Isso é “Deus e Nossa família,” que é o tema do sermão de hoje. Jeová é o Deus vertical e Adão é o Deus horizontal. A família é o seminário através de exemplificação para educação no amor da humanidade. Este é o ambiente representativo para estabelecer o centro de coração. Se vocês confiam uns nos outros e conduzem uma vida conjugal feliz em sua família, vocês se colocarão como o centro de todo o universo e serão abençoados com felicidade. Esse é o ponto de início do domínio ideal. Seres sem amor não têm nenhum significado para sua existência.

Continuar a ler

Vida Centrada em Deus

Toda religião ensina a não olhar ou ouvir nada precipitadamente. Elas também nos ensinam a não falar ou tratar alguém precipitadamente. Isto significa que olhar, ouvir, falar, sentir e também amar deve ser feito centrado em Deus, e não centrado em mim mesmo.
Todo o nosso falar, olhar, sentir e experimentar emocional devem estar conectados a Deus.
Para quem devemos olhar e ouvir em nossa vida diária? É para o benefício de Deus. Devemos fazer isto para o benefício de Deus. Sentir também deve ser feito para o benefício de Deus. Embora estamos vivendo na terra, devemos estar conectados com a vida no Céu.

Continuar a ler

Redescobrindo a Vida

Se os seres humanos devem conduzir bem suas vidas, eles devem criar um programa. Você não deve viver uma vida sem direção e sem propósito. Você pode não saber, mas a providência de restauração de hoje não está sendo realizada sem um propósito.
O caminho que tenho trilhado por 40 anos até hoje tem sido completamente intencional e em conformidade com um programa. Tal como construir uma casa requer um plano, eu tenho um projeto. Eu não posso dizer para mim mesmo, “Está feito,” embora tudo possa coincidir exatamente com o projeto. Isto tem que ser reconhecido por Céu e terra.

Se uma pessoa tem vivido uma vida boa ou má, isto será definitivamente determinado depois que ele ou ela morrer. A decisão será tomada quando se sabe se a pessoa viveu bem ou não. Se uma pessoa é observada por ter conduzido uma vida boa, isto significa que a pessoa é boa. Se não, isto significa que a pessoa é má.

Se isto é assim, então o que devemos fazer a fim de ser reconhecidos como tendo vivido uma vida de bondade? Qual é o padrão para uma vida boa ou má? Durante nosso tempo de vida, fazemos coisas que determinam a qualidade de nossas vidas. Toda pessoa quer viver uma vida boa. Ninguém quer viver uma vida má.

Continuar a ler