A Repartição da Responsabilidade Divina e Humana

Criação de Adão (Michelangelo)

Pode-se muito bem perguntar: Se as pessoas devem assumir total responsabilidade por suas palavras, ações e atitudes, então qual é a responsabilidade de Deus?

Frequentemente as pessoas dizem que Deus é totalmente responsável por tudo, que todas as coisas devem ser deixadas para Deus, no próprio tempo de Deus, que nada acontece fora da vontade de Deus. Outros dizem que a ação humana é igualmente, se não mais importante: salvação, por exemplo, seve ser operada “com temor e tremor” (Filipenses 2:12). “Oh, fiéis!” diz o Alcorão, “Vocês são responsáveis por suas próprias almas” (5.105)¹.

Qual porção de responsabilidade para um bom resultado é da humanidade, e qual porção de responsabilidade é de Deus? A definição e limites da responsabilidade individual são definidas de forma diferentes pelas diversas religiões. O Budismo Theravada, o Jainismo e o Hinduísmo não ateísta em relação à jornada da vida como inteiramente a responsabilidade do indivíduo. Cada pessoa é uma “lâmpada para si mesmo”; tudo funciona para sua própria salvação e por si mesmo. Por outro lado, no Cristianismo, Judaísmo e Islamismo, responsabilidade individual é concedida no contexto de graça que foi concedida antes dela. O relacionamento entre esforço e graça é o que Tomás de Aquino chamava de sinergia: esforço segue a graça, e graça estimula o esforço.

Continuar a ler

Sugestões para Sua Vida de Fé

Quando Você se Sente Necessitado

No caminho da fé, por que você se sente necessitado? Porque seu padrão interno caiu. Uma vez que seu padrão interno caiu, não importa o que você está fazendo, você não está satisfeito com os resultados. Portanto, estar unido internamente com Deus para que Ele possa vir até você é muito importante. Como alcançar essa posição deve ser sua principal preocupação.

Quando você ora e estabelece condições, você sentirá uma nova energia, sem saber como. Energia sobrenatural virá para você. É como receber um sinal de rádio que está sendo transmitido; você sente algo vindo em sua mente. Quanto mais reta e pura sua mente, mais você ressoará com esta energia.

Pray

Quando Você Está em Dificuldade

Quando você se envolve em um grande projeto, você deve esperar que um terço das pessoas irá se opor. Através desta oposição, você sente o valor do que está fazendo. Aqueles que seguem lutando através das dificuldades são capazes de compartilhar um sentimento comum com aqueles que estão seguindo o mesmo curso.

Eu acho que você pode ter tido a experiência de derramar lágrimas sem razão, em profunda tristeza. Essa tristeza não é nossa própria tristeza, esta é a tristeza histórica. Deus a experimentou. Quem causou inicialmente esta tristeza? Não foi Deus, mas a humanidade. Depois de tudo, esta tristeza busca nos salvar. Ela não somente busca salvar uma pessoa, mas salvar a nação e o mundo inteiro. Sem uma nação não podemos salvar a nós mesmos.

Continuar a ler

Histórias da Vida do Verdadeiro Pai – Parte V

Um coreano no Japão: O Pai deixa a Terra Natal

large (2)

Havia três anos desde que Jesus apareceu pela primeira vez ao Pai e disse-lhe qual seria sua missão. Ele havia aprendido muitas coisas sobre Deus, sobre o universo, sobre Satanás. Mesmo gastando muitas horas do dia orando, ele também foi para a escola. Agora o Pai tinha 19 anos de idade. Ele havia se graduado no colégio. Ele estava imaginando se Deus queria que ele continuasse indo para a escola, talvez uma faculdade. Enquanto orava na montanha, ele perguntou ao Pai Celeste: “O Senhor me deu uma missão tão grande. Agora eu terminei o colégio. Eu sempre quis ir para a faculdade. Mas o que o Senhor quer que eu faça agora?”

Tudo estava tão quieto ao lado da montanha. Então um pássaro pairou silenciosamente pelo ar. O Pai ficou silenciosamente esperando a resposta de Deus. Então o Pai ouviu de seu interior Deus dizendo: “Vá para o Japão para a faculdade. Você deve aprender sobre o Japão e o povo japonês.” O Pai curvou sua cabeça muito profundamente quando ouviu isto. “Pai Celeste, eu irei para o Japão. Mas eu precisarei da Sua ajuda. Eu nunca estive em outro país antes.”

Era algo completamente assustador pensar em ir para o Japão. Quando o Pai tinha 19 anos, o Japão e a Coreia eram países inimigos. O pai pensou sobre os soldados japoneses que vieram para sua cidade. Eles nunca sorriam. Somente davam ordens ao povo coreano. Os soldados japoneses fizeram todos os coreanos falarem japonês, ao invés de coreano. Era duro ter que aprender este idioma do inimigo. Era sempre uma boa sensação poder falar coreano com seu pai e sua mãe em casa, mas o Pai tinha que falar japonês na escola.

Ao lado da montanha, o Pai pensou sobre todas estas coisas. Mas toda vez que ele se sentia assustado, parecia que Deus o abraçava, e fazia com que o Pai se sentisse melhor e mais forte. Ele disse para Deus: “Eu sei que o Senhor não quer que os japoneses e os coreanos sejam inimigos. Eu irei lá pelo Senhor.”

Continuar a ler

Histórias da Vida do Verdadeiro Pai – Parte IV

Um Adolescente ouve a voz de Deus: Uma revelação de Jesus 

Jesus and True Father

O Pai era um adolescente. Ele tinha 16 anos. Mesmo que ninguém lhe dissesse o que fazer, ele sempre se levantava cedo para orar antes de ir para a escola. Ele era muito sério.

Em uma manhã de Páscoa ele acordou antes do sol surgir, se vestiu e subiu uma montanha das redondezas. Então ele começou sua oração matinal. Ele não orava por roupas novas ou alimentos diferentes, ou por uma bacia maior de arroz. Ao invés, o Pai orava pelos coreanos que sofriam. Ele orava para que pudesse entender tudo sobre Deus, tudo sobre Jesus, e tudo sobre o mundo.

“Eu oro para poder ser mais sábio a fim de ajudar as outras pessoas,” ele orava mais e mais. “Eu oro para que eu possa ter a maior fé em todo o mundo. Oro para que eu possa ter mais amor, até mesmo mais amor do que Jesus.”

Após algum tempo, aconteceu algo que fez desta Páscoa a mais importante de todas. De repente, surgiu diante dele um homem! Aparentemente ele apareceu a partir do nada.

“Olá,” disse o homem. “Você me reconhece? Eu sou o seu amigo, Jesus.”

Continuar a ler

O Curso de Vida do Rev. Sun Myung Moon, o Messias da Humanidade

“Eu sou uma pessoa controversa. A simples menção do meu nome causa problemas no mundo. Eu nunca busquei dinheiro ou fama, mas passei minha vida falando somente sobre paz. Porém, o mundo tem associado muitas frases diferentes ao meu nome, me rejeitado, e atirado pedras em mim. Muitos não estão nem interessados em conhecer o que eu digo ou o que eu faço. Eles apenas se opõe a mim.”- Citação a partir da introdução de ‘Um Cidadão do Mundo que Ama a Paz’, a autobiografia do Rev. Sun Myung Moon.

No dia 6 de janeiro de 1920 pelo calendário lunar tradicional, o Rev. Sun Myung Moon nasceu em Jeongju, Província de Pyeongyang do Norte, em um tempo quando a Coreia estava sob o regime do Japão. A despeito do ambiente hostil, ele cresceu em uma família patriota e cristã. O Rev. Moon foi muito influenciado pelos ensinamentos de seu tio avô, Yoon Gook Moon. Seu tio avô era um pastor e um ativista pela independência. Ele participou no Movimento pela Independência 1° de Março e assumiu a liderança na criação da escola Osan com o ativista Sung Hoon Lee. Além disso, ele doou todas as posses da família para o governo provisório da Coreia baseado em Shanghai na China, para o movimento de independência. Embora a família tenha enfrentado dificuldades financeiras por causa disso, o Rev. Moon passou sua juventude em contínua oração com a preocupação sobre o sofrimento do povo coreano e seu destino. No dia 17 de abril de 1935, na manhã de Páscoa, o Rev. Moon então com 16 anos, Jesus apareceu a ele em suas orações revelando a ele sua missão de salvar a humanidade. Depois dessa revelação, ele passou seus dias em profunda oração e adentrou em um mundo de verdade para desvendar os segredos da criação do universo e da Bíblia.

“Naqueles dias quando minhas orações e dedicação se conectaram ao Céu, Jesus apareceu para mim sem falta, e me transmitiu mensagens especiais. Se eu era sincero em meu desejo de saber algo, Jesus apareceria com uma expressão gentil e me daria respostas da verdade. Estas não eram palavras simples; elas eram revelações sobre a criação do universo que abriram as portas para um mundo novo.”

Artigovida1

Continuar a ler