A Forma de Songhwa

O Significado de “Songhwa

Você conhece o significado da palavra “songhwa”? […] A coisa que Deus precisa é a juventude, os jovens, que tem fogo,
que tem a pureza, a energia e o fogo que pode absorver os próprios sentimentos de Deus. Esse é o motivo pelo qual eu dei o nome “Songhwa” para vocês, jovens.

Song” (realização) significa a conclusão do Ideal de Criação. Em outras palavras, isto significa a conclusão de todo o universo. Originalmente, o tempo para estabelecer o padrão de conclusão é a idade de 17 ou 18 anos, quando os antepassados humanos caíram. Esse é o motivo pelo qual Deus deseja que todas as coisas sejam realizadas centrando em “Songhwa,” a idade dos vinte anos. Aqueles que podem ocupar o lugar de conclusão no futuro são aqueles em sua juventude.

Continuar a ler

Anúncios

Vida Centrada em Deus

Toda religião ensina a não olhar ou ouvir nada precipitadamente. Elas também nos ensinam a não falar ou tratar alguém precipitadamente. Isto significa que olhar, ouvir, falar, sentir e também amar deve ser feito centrado em Deus, e não centrado em mim mesmo.
Todo o nosso falar, olhar, sentir e experimentar emocional devem estar conectados a Deus.
Para quem devemos olhar e ouvir em nossa vida diária? É para o benefício de Deus. Devemos fazer isto para o benefício de Deus. Sentir também deve ser feito para o benefício de Deus. Embora estamos vivendo na terra, devemos estar conectados com a vida no Céu.

Continuar a ler

A Repartição da Responsabilidade Divina e Humana

Criação de Adão (Michelangelo)

Pode-se muito bem perguntar: Se as pessoas devem assumir total responsabilidade por suas palavras, ações e atitudes, então qual é a responsabilidade de Deus?

Frequentemente as pessoas dizem que Deus é totalmente responsável por tudo, que todas as coisas devem ser deixadas para Deus, no próprio tempo de Deus, que nada acontece fora da vontade de Deus. Outros dizem que a ação humana é igualmente, se não mais importante: salvação, por exemplo, seve ser operada “com temor e tremor” (Filipenses 2:12). “Oh, fiéis!” diz o Alcorão, “Vocês são responsáveis por suas próprias almas” (5.105)¹.

Qual porção de responsabilidade para um bom resultado é da humanidade, e qual porção de responsabilidade é de Deus? A definição e limites da responsabilidade individual são definidas de forma diferentes pelas diversas religiões. O Budismo Theravada, o Jainismo e o Hinduísmo não ateísta em relação à jornada da vida como inteiramente a responsabilidade do indivíduo. Cada pessoa é uma “lâmpada para si mesmo”; tudo funciona para sua própria salvação e por si mesmo. Por outro lado, no Cristianismo, Judaísmo e Islamismo, responsabilidade individual é concedida no contexto de graça que foi concedida antes dela. O relacionamento entre esforço e graça é o que Tomás de Aquino chamava de sinergia: esforço segue a graça, e graça estimula o esforço.

Continuar a ler

[As Três Grandes Bênçãos] A Terceira Bênção: Mundo Próspero

A terceira bênção, “enchei” a terra e “sujeitai-a”, significa cuidar do ambiente natural com amor verdadeiro e investir na cultura e civilização humana através do trabalho e todas as outras atividades criativas. Assim, a terceira bênção nos concede a responsabilidade para criar um mundo próspero.

beautiful world

Os desejos de fazer uma contribuição para a sociedade, apreciar e cuidar do mundo natural são acréscimos da capacidade da humanidade da Terceira Grande Bênção para criar um mundo próspero. Na linguagem bíblica, isto significa ter domínio ou assumir a administração.

Isto significa exercer liderança cuidadosa sobre o que recebemos e abençoar os outros com isto – ou seja, outra forma para dar amor verdadeiro para os outros. No caso da natureza, ela é o “outro” a ser amado, mas desta forma, são as gerações futuras que se beneficiarão pela administração sensata dos preciosos recursos da terra. O Reverendo Moon incentiva as pessoas a pensarem sobre as gerações futuras em seu uso diário da água, materiais descartáveis e dinheiro. Conservação, ele diz, é uma forma de amar os outros que ainda não nasceram.

Continuar a ler

[As Três Grandes Bênçãos] A Segunda Bênção: Família Harmoniosa

Família Harmoniosa

A segunda bênção, “multiplicai”, significa não somente encarnar o amor e estender a linhagem por meio do matrimônio e dos filhos, mas no nível interno, também significa multiplicar até os outros para serem amados na vida de uma pessoa, e assim expandir os horizontes de forma altruísta de amar. Matrimônio é uma forma fundamental de fazer isto. Ele fornece uma outra pessoa, diferente em emoção, físico e espiritual, mas que ainda está lá para ser amada.  Continuar a ler

[As Três Grandes Bênçãos] A Primeira Bênção: Caráter Maduro

Um pessoa com caráter maduro.

As pessoas não nascem sabendo como amar os outros. Amor verdadeiro deve ser aprendido; de fato, uma pessoa deve cultivar sua capacidade para amar verdadeiramente. Mas como? Quais são os contextos através dos quais o amor cresce e floresce? Como o amor verdadeiro pode ser praticado durante toda uma vida aqui “na terra”? O amor verdadeiro é cultivado através da execução de “ações aleatórias de bondade”, ou existe um plano para conduzir uma vida de amor verdadeiro?

Felizmente, muitas fontes sugerem que o cultivo do amor verdadeiro durante o tempo de vida pode ser dividido em três atividades essenciais. Estas são: (1) atingir maturidade individual, (2) experimentar e edificar uma família e outros relacionamentos pessoais próximos, e (3) fazer uma contribuição criativa para o mundo. Estas três atividades formam o solo fértil para o cultivo do amor verdadeiro. Assim, elas servem como propósitos ou um modelo para uma vida vivida para o benefício dos outros – uma vida rica em amor verdadeiro.

Continuar a ler

A Chave Para o Sucesso

Entendendo o que Leva ao Sucesso

alcançando o sucesso

Todo ser humano se determina a se tornar bem sucedido. Certamente não existe ninguém que não sonhe em ser bem sucedido centrando em um objetivo maior. Todo indivíduo segue com um sonho de cumprir seu próprio objetivo, mas as pessoas que realmente realizaram esse objetivo são extremamente poucas.

Durante o tempo de vida, há pessoas que escalam o pico do sucesso, e há pessoas que não. Como exemplo, pense em uma montanha. Embora o pico seja elevado, existem aqueles que param em determinado lugar, dizendo “meu topo é aqui, eu cheguei aqui com tanta dificuldade”. Se essa pessoa seguisse mais um passo, ele ou ela faria desse um novo topo, mas frequentemente, ele ou ela apenas para ali e descansa. Mesmo se você entra em colapso, mesmo se é um trabalho duro para o seu corpo, você deve passar o ponto e entrar em colapso do outro lado. Então você encontrará o país do outro lado. Não importa quão duro seja o trabalho, se você não pode seguir além da linha divisória, então você ainda estará sob o controle do país deste lado.

No curso da nossa vida, se você descansa dizendo que já alcançou o sucesso, você perecerá. Esse sucesso não deve ser um sucesso centrado em si mesmo.  Devemos seguir nos desenvolvendo até alcançarmos o sucesso do mundo inteiro.

Continuar a ler