Fomentando a Unidade de Mente e Corpo

O cuidado da sociedade contemporânea pela máxima liberdade e autonomia do indivíduo apresenta desafios para aqueles que se disciplinam, e que fortalecem a vontade moral daqueles sob seus cuidados. Por um lado, a sociedade impõe muito menos controles externos no comportamento individual do que tradicionalmente; expectativas sociais são bastante frouxas sobre todas as questões desde etiqueta até comportamento sexual. Isto sugeriria que o local do controle deve residir dentro do indivíduo como nunca antes. Por outro lado, provavelmente nunca houve antes menos apoio social para o autocontrole individual. A sociedade ocidental orientada ao consumidor exalta o conforto e autoindulgência e despreza a contenção e disciplina. Incutir autocontrole em si mesmo ou nos outros vai contra a tendência cultural.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam […]. – Romanos 8:28

Continuar a ler

Anúncios

Unidade Mente e Corpo

“Tão alto como as montanhas e tão profundo como o oceano,” é uma metáfora utilizada em incontáveis canções e poemas para descrever a afeição de um amante. Esta é uma bela promessa de devoção eterna, comparada com a vastidão, mas ainda mais importante, implicando também a constância e confiabilidade do mundo criado. Para ser tão “fiel como aquelas colinas,” tão “certo como a chuva” e assim por diante para exemplificar a integridade perfeita de todas as coisas no universo, sua unidade de propósito e expressão, caráter e forma. Em termos humanos, isto é harmonia de palavra e ação, mente e corpo — uma precondição necessária para amor verdadeiro e duradouro.

A penetrante dualidade das naturezas interna e externa caracteriza todos os seres. Animais movem seus corpos de acordo com sua mente instintiva. Da mesma forma, as plantas exibem sensibilidade e responsividade ao seu ambiente pela virtude da vida invisível dentro delas. Coisas inanimadas também se comportam de acordo com suas naturezas físico-químicas inerentes. Aristóteles denominou estas duas dimensões de ideia e matéria. A filosofia Indiana chama estas duas dimensões de espírito (purusha) e matéria-energia (prakriti). A natureza interna de um ser dá a ele seu propósito e direção, e comanda sua forma externa. Estas naturezas interna e externa são tão intrinsecamente conectadas, tão inseparáveis — de fato, uma não pode existir sem a outra — que dificilmente as notamos.

Continuar a ler

A Vida Familiar de Famílias Abençoadas

Juramento das Famílias

Nós, famílias, o centro do cosmos, irmãos e irmãs verticalmente conectados, carne e sangue dos Verdadeiros Pais diante do novo céu, juramos e prometemos diante dos Verdadeiros Pais nos tornarmos dignos de possuir a glória da vitória, mantendo nossas posições em atividades responsáveis e observando as leis e tradições familiares decretadas pelo céu. Isto eu juro.

Porque os seres humanos originais nasceram através do laço representado pelo conteúdo do “Juramento das Famílias,” eles devem viver e morrer dentro deste Juramento. Devemos ser capazes de ler este Juramento sem qualquer culpa. Estivemos vivendo e falando de forma descuidada, mas agora devemos estabelecer regulamentos em nossas famílias. Pais não devem bater em seus filhos devido à raiva, ou falar palavras seculares de condenação para eles. Agora, todos devem estar unidos. Palavras, atitudes e formas de vida devem estar unidas, centrando em Deus.

Continuar a ler

Mulheres que Devem se Colocar na Linha de Frente da Providência de Deus

Na nação Israelita do passado, os homens eram os sumos sacerdotes. Então em nossa época, por que eu coloquei as mulheres na linha de frente? Para o primeiro Israel, o Judaísmo era uma religião tipo nação arcangélica; portanto, eles tinham a responsabilidade de sumo sacerdotes, centrando nos homens. Mas atualmente na Idade de Restauração, entramos na época quando Eva tinha a responsabilidade de sumo sacerdote no lugar dos homens. Portanto, vocês devem saber que na Igreja de Unificação colocamos uma mulher, representando todas as mulheres, em uma posição de cumprir a responsabilidade de sumo sacerdote em âmbito mundial que ninguém mais pode fazer. Isto é sem precedentes na história.

A fim de indenizar o fato que a queda de Eva direcionou a humanidade para um redemoinho de destruição, eu coloquei Eva com Adão e estou pedindo para as pessoas que podem se tornar Adãos se unam com as mulheres. Vocês devem saber que este casal deve se colocar na posição de cumprir toda a responsabilidade de sumo sacerdote no lugar de toda a humanidade histórica. E não somente esse casal, mas seus filhos que estão crescendo, sendo que eles se colocam em uma posição de se preocuparem por causa de seu pai ou mãe, devem formar uma base de quatro posições que pode cumprir a responsabilidade de sumo sacerdote diante do céu, e conduzir a responsabilidade familiar de sumo sacerdote que nunca foi cumprida antes na história. Devemos saber que atualmente, ao fazer isso, o caminho para a restauração de uma família nacional pode ser pavimentado. Continuar a ler

A Vida é Curta

A vida humana é limitada. Embora possa viver um longo tempo, você não pode viver muito mais do que uma centena de anos.

Vamos dizer que você viveu por cerca de oitenta anos. Se você tira o tempo para o sono, isto é reduzido pela metade para quarenta. Dormir é viver? Dormir é como estar morto. Isto não é assim? Dormir é morrer.

Por esta razão, das vinte e quatro horas, você vive e luta somente metade disto. Então, e se você tira uma hora para comer? Além disso, se você tira o tempo para as festas, celebrações, funerais, e assim por diante, então você realmente viverá ao menos a metade da sua vida? Eu calculei da última vez, e descobri que somente utilizamos sete anos vivendo de verdade. Destes sete anos, quantos dias podem ser contados como dias de vida verdadeira? Há ao menos um único deste dia?

Entretanto, nosso sofrimento não dura mais do que oitenta ou cem anos, trinta e seis mil dias.  Os trinta e seis mil dias passam muito rapidamente. Você não pode suportar esse tempo curto? Deus esteve suportando sofrimento por centenas de milhões de anos. Entretanto, por mais miserável que o mundo possa ser, Deus não é influenciado. Embora Ele tenha milhões de
histórias em Seu coração, Ele não demonstra qualquer agitação.

A vida corre depressa. No tempo quando você amadurece e entende como é o mundo, você já está com quarenta ou cinquenta anos, e as próximas dezenas de anos passam em um instante. Então, rapidamente você terá sessenta e setenta anos. A expressão que a vida é um grande sonho de uma bela primavera parece tão real.

Continuar a ler

A Repartição da Responsabilidade Divina e Humana

Criação de Adão (Michelangelo)

Pode-se muito bem perguntar: Se as pessoas devem assumir total responsabilidade por suas palavras, ações e atitudes, então qual é a responsabilidade de Deus?

Frequentemente as pessoas dizem que Deus é totalmente responsável por tudo, que todas as coisas devem ser deixadas para Deus, no próprio tempo de Deus, que nada acontece fora da vontade de Deus. Outros dizem que a ação humana é igualmente, se não mais importante: salvação, por exemplo, seve ser operada “com temor e tremor” (Filipenses 2:12). “Oh, fiéis!” diz o Alcorão, “Vocês são responsáveis por suas próprias almas” (5.105)¹.

Qual porção de responsabilidade para um bom resultado é da humanidade, e qual porção de responsabilidade é de Deus? A definição e limites da responsabilidade individual são definidas de forma diferentes pelas diversas religiões. O Budismo Theravada, o Jainismo e o Hinduísmo não ateísta em relação à jornada da vida como inteiramente a responsabilidade do indivíduo. Cada pessoa é uma “lâmpada para si mesmo”; tudo funciona para sua própria salvação e por si mesmo. Por outro lado, no Cristianismo, Judaísmo e Islamismo, responsabilidade individual é concedida no contexto de graça que foi concedida antes dela. O relacionamento entre esforço e graça é o que Tomás de Aquino chamava de sinergia: esforço segue a graça, e graça estimula o esforço.

Continuar a ler

[As Três Grandes Bênçãos] A Terceira Bênção: Mundo Próspero

A terceira bênção, “enchei” a terra e “sujeitai-a”, significa cuidar do ambiente natural com amor verdadeiro e investir na cultura e civilização humana através do trabalho e todas as outras atividades criativas. Assim, a terceira bênção nos concede a responsabilidade para criar um mundo próspero.

beautiful world

Os desejos de fazer uma contribuição para a sociedade, apreciar e cuidar do mundo natural são acréscimos da capacidade da humanidade da Terceira Grande Bênção para criar um mundo próspero. Na linguagem bíblica, isto significa ter domínio ou assumir a administração.

Isto significa exercer liderança cuidadosa sobre o que recebemos e abençoar os outros com isto – ou seja, outra forma para dar amor verdadeiro para os outros. No caso da natureza, ela é o “outro” a ser amado, mas desta forma, são as gerações futuras que se beneficiarão pela administração sensata dos preciosos recursos da terra. O Reverendo Moon incentiva as pessoas a pensarem sobre as gerações futuras em seu uso diário da água, materiais descartáveis e dinheiro. Conservação, ele diz, é uma forma de amar os outros que ainda não nasceram.

Continuar a ler