[Gramática] – Verbos

Apesar de já ter iniciado os verbos sem haver falado propriamente deles, se você leu todos os posts até aqui, acredito que já tenha uma certa ideia de como eles são formados.
Os verbos em coreano possuem somente um tipo de terminação para o infinitivo, diferentemente do Português, do Japonês, do Inglês etc.

O Infinitivo

O infinitivo de qualquer verbo é sempre a raiz seguida de:

~다
~ da/ta
Exemplos:
이다 /i.da/ – ser
있다 /i.tta/ – estar, haver
하다 /ha.da/ – fazer
가다 /ka.da/ – ir
오다 /o.da/ – vir

Ou seja, a composição do verbo é:

raiz + 다

Há também os verbos conjugados:

공부하다 /kong.bu.ha.da/ – estudar
돌아가다 /to.ra.ga.da/ – voltar
운동하다 /un.dong.a.da/ – movimentar-se, fazer exercícios

Vamos pegar como exemplo o famoso:

사랑하다
/sa.rang.a.da/
Ele é formado pelo substantivo 사랑 + verbo 하다 (fazer).
Contudo, antes que você entenda ao pé da letra, 사랑하다 não é fazer amor, mas simplesmente amar. O 하다 não é somente fazer, mas colocar em prática, análogo ao dodo inglês, que é diferente do make.

Portanto: 사랑하다  seria algo como “colocar o amor em prática”.  Que romântico, hein? ^^

Verbos: relação com adjetivos

Estranhamente, os verbos no coreano abrangem uma área muito vasta. Os adjetivos em coreano são praticamente verbos!

Mas como assim?  Esquisito, né?
Vamos ver os exemplos:

좋다 /cho.tta/ – ser/estar bom
나쁘다 /na.ppeu.da/ – ser/estar ruim
크다 /keu.da/ – ser/estar grande
작다 /chat.ta/ – ser/estar pequeno

É o mesmo que ocorre com o japonês, de certa forma, pois os “adjetivos” em japonês não são exatamente adjetivos. Em ambas as línguas, esses adjetivos possuem não somente a carga semântica, mas a carga assertiva por si só. Ou seja, em virtude dessa asserção propria do adjetivo, não é necessário o verbo para complementá-lo.

Exemplo:
Em português, o adjetivo precisa do verbo para ser assertivo: A escola é grande.
Em coreano e em japonês, o adjetivo não precisa do verbo para ser assertivo: 하교가 크다/ 学校が大きい.

Please, não confunda esse 가 com o verbo ser! O 가 é só o marcador de sujeito. É como se o verbo já estivesse incluso no adjetivo.  🙂

Conjugação

Se o verbo terminar com batchim, a raiz do verbo também será modificada (além do 다) ao conjugar. Quando não há batchim, somente o 다 é modificado, e a raiz, não.

Nas próximas lições, falaremos mais das conjugações desses verbos, começando no tempo presente, passando para o passado e depois para o futuro.

안녕!

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s