O que você precisa saber antes de começar a estudar coreano

Somente algumas ideias gerais a respeito da língua coreana antes de introduzir o alfabeto de fato:

1. O alfabeto é composto por 14 consoantes e 10 vogais.

É, você deve estar se perguntando “Como assim 10 vogais? Como é possível?”. Calma, parece algo impossível foneticamente, mas neste caso tratam-se de variações das nossas 5 famosas vogais, a e i o u. Na verdade existem mais que somente 10, pois são vogais variantes das variantes. Calma, calma, elas serão apresentadas nas próximas lições.

2. Os formatos de algumas consoantes básicas foram gerados a partir da representação gráfica dos órgãos utilizados no momento da fala.

Tais consoantes são: ㄱ(k), ㄴ(n), ㅅ(s), ㅁ(m) e ㅇ(ng).
A partir dessas cinco consoantes foram criadas as demais, de acordo com a correspondência fonética.

Veja a tabela a seguir e tente reproduzir os sons. Repare que realmente, de certa forma, faz sentido o desenhinho!

 

Consoante Explicação Consoantes derivadas
ㄱ (k) Parte de trás da língua tampando a epiglote ㅋ (kk)
ㄴ (n) Ponta da língua tocando o palato (céu da boca) ㄷ (t), ㅌ (th), ㄹ (r/l)
ㅅ (s) Formato do dente ㅈ (j), ㅊ (ch)
ㅁ (m) Formato da boca ㅂ (p), ㅍ (ph)
ㅇ (ng) Formato da garganta ㅎ (h)

 

3. Os três formatos básicos das vogais foram baseados em três elementos do Neo-Confucionismo: Homem, Terra e Céu.

 

Formato básico

Representação

|

linha vertical Homem

linha horizontal Terra

.

ponto, atualmente representado por um risquinho Céu

 

 

4. A língua coreana é escrita em blocos formados pela junção das letras.

Tais blocos são chamados de jamo, que podem ser formados por:

– uma só vogal
– consoante + vogal
– consoante + vogal + consoante
– consoante + vogal + consoante + vogal
– consoante + vogal + vogal
– consoante + vogal + vogal + consoante
– consoante + vogal + vogal + consoante + consoante

Veja o quadro:


Isso será melhor explicado mais pra frente, não se preocupe!

5. Espaços podem ser colocados entre palavras, as quais podem ser compostas de uma ou mais sílabas.

Portanto, diferentemente do japonês, que pode ser escrito sem utilizar espaçamento – já que o próprio estilo de escrita permite uma separação gráfica que facilita na separação gramatical –, o coreano precisa dos espaços.

6. O coreano possui uma classificação de consoantes chamada BATCHIM, extremamente importante para compreender o alfabeto hangul.

Trata-se de consoantes que vêm no final de cada bloquinho de letras. Elas são aglutinadoras de vogais, ou seja, como são consoantes “sozinhas”, acabam se juntando à vogal seguinte ou modulando a consoante seguinte.

Por exemplo:
돈 /ton/

O “n” é um batchim, pois está sozinho no bloquinho. Se houver uma vogal logo em seguida, esse batchim se junta à vogal:

돈이 /to.ni/

Entendeu? 🙂

7. O coreano pode ser escrito em colunas verticais de cima para baixo, no sentido da direita para a esquerda, ou então em linhas horizontais, no sentido da esquerda para a direita.

 

 

Bom, essas foram algumas das noções básicas que você precisava saber para iniciar seus estudos em coreano com mais base! E por hoje é só. Não esqueçam de agradecer a Aprendendo Coreano que criou todo esse conteúdo.

Até a próxima.

Anúncios

2 Comments

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s