Sobre Procrastinação

procrastinar1

Imagine essa situação: alguém acorda em um novo dia, todo disposto a fazer algo bom, produtivo, querendo fazer algo para contribuir com sua comunidade ou seu crescimento individual, ou mesmo pronto para terminar uma tarefa, atividade ou responsabilidade que precisa ser concluída. Mas, ao final do dia, esse alguém nota que cumpriu muito pouco ou nada daquilo que tinha planejado naquela manhã, isso em razão de um ciclo vicioso de várias atividades de menor importância e relevância durante o dia, como navegar na internet despropositadamente, tirar alguns “cochilos rápidos”, paradas para lanches e coisas assim. Com isso, esse alguém acaba frustrado por não ter conseguido realizar as coisas que gostaria de ter feito, e desejando que tivesse mais tempo.

Se identificou? Identificou alguém? Pois é, esse é um fenômeno que tem tomado proporções colossais nos dias de hoje, em razão, sobretudo, do grande número de meios tecnológicos (internet, smartphones…) que dispomos para nos manter conectados com o mundo, e que acabam por minar nossa atenção daquilo que desejamos realizar e, consequentemente, impedindo-nos de atingirmos a plena realização. É o fenômeno do “deixa pra depois porque vai dar tempo”, mas que atende oficialmente pelo nome de Procrastinação.

Nessa postagem, discutiremos um pouco sobre esse fenômeno e como ele afeta a nossa vida – física e espiritual –, e depois apresentaremos algumas ideias para que possamos contorná-lo, a fim de poder viver vidas mais plenas.

Continuar a ler

Anúncios